Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Tribunal Europeu dos Direitos Humanos proíbe críticas à religião muçulmana (mantendo condenação na Áustria por crítica a Maomé)

10.11.18

maome.jpg

[Em mais uma aparente demonstração da excelência da imprensa portuguesa, não consigo sequer encontrar esta (importante e grave) notícia em sítios portugueses na Internet - mas, até em sítios do continente americano...]

 

Mulher é condenada por chamar Maomé de pedófilo

 

E, o que esta sentença para mim também demonstra, é que...
Torna-se claro que esta condenação faz parte de um processo de gradual eliminação do Direito à Liberdade de Expressão, na União Europeia em que vivemos.
O "piropo" já foi ilegalizado. O "discurso de ódio" também deverá ser. E, mais tarde, num futuro talvez não distante, quase certamente que virão as leis que proíbem a expressão de sentimentos e valores nacionalistas (dos quais os nossos antepassados - pertencentes às gerações que deixavam os seus países em melhor estado do que quando neles nasceram - eram adeptos) com a falácia de que são tais ideias uma manifestação de racismo ou dita xenofobia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 00:43