Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Mais uma prova de que existem (em Portugal) "trolls" na Internet

09.07.18

internet_troll.png

 

Sporting gastou meio milhão por ano com blogues e contas falsas nas redes sociais

Por ZAP [aeiou.pt] - 9 Julho, 2018

O Sporting gastou cerca de 500 mil euros por ano com uma empresa de comunicação responsável por alimentar blogues anónimos e perfis falsos nas redes sociais.

De acordo com o Correio da Manhã, o Sporting gastou cerca de meio milhão de euros por ano com uma empresa de comunicação, em múltiplos contratos, durante a liderança de Bruno de Carvalho.

Esta empresa terá sido responsável por alimentar blogues anónimos e perfis falsos nas redes sociais a favor do clube e que atacavam os críticos, alvos definidos pelo Sporting, segundo o semanário Expresso, que cita a notícia do CM.

O CM adiante que esta forma de comunicação de “guerrilha” foi fundamental para Bruno de Carvalho nos ataques ao Benfica: foi assim que se espalharam muitas informações e documentos referentes a processos judiciais em que o clube encarnado estaria envolvido.

A mesma empresa teria ainda direito a uma conta aberta num restaurante em Lisboa e, no final de cada mês, as contas de refeição eram enviadas para o clube leonino.

Esta notícia surge numa altura em que o ex-presidente do Sporting anunciou a sua recandidatura à presidência do clube, depois de ter sido destituído da liderança em assembleia geral a 23 de junho.

“Decidimos de novo enfrentar a vontade dos sócios, com a esperança de continuarmos num rumo, num caminho, de continuarmos fiéis. A 8 de setembro, contamos com todos os sportinguistas”, disse Bruno de Carvalho, num vídeo em direto no Facebook.

O ex-presidente marcou ainda uma conferência de imprensa para quarta-feira, às 20h00, numa unidade hoteleira em Lisboa.

No dia 28 de junho, Bruno de Carvalho já tinha pedido o fim dos processos disciplinares, entretanto levantados contra si pela comissão de gestão do clube, para poder ir a eleições.

O ex-presidente leonino é alvo de diversos processos disciplinares por actos cometidos no processo da sua destituição – entre os quais a nomeação de órgãos dirigentes não previstos nos estatutos, e por ter votado na Assembleia da sua própria destituição.

Na sequência da sua destituição, tinham surgido já outros quatro candidatos às eleições: Frederico Varandas, Fernando Tavares Pereira, Pedro Madeira Rodrigues e Dias Ferreira.

Até às eleições, o Sporting é liderado por uma comissão de gestão presidida por Artur Pereira Torres, que designou José Sousa Cintra para o comando da SAD. O antigo presidente contratou José Peseiro para treinador da equipa principal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 18:15

Fahrenheit 451

01.07.18

conhecimento.png

Pois é... E, é por isso mesmo é que a Internet, tal como a conhecemos, tem os seus dias contados. Para além de que, até no que toca aos próprios livros, tudo o que é informação está a ser movido para computadores e formatos electrónicos que possam ser acedidos (i.e. vigiados e controlados) através da Internet.
(Fotografia de ecrã tirada deste trecho de promoção.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 13:42

Sem comentários

28.04.18

social-media-satanic-masonic-symbols.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 08:20

Para quem queira tentar mobilizar os alienados que o/a rodeiam

14.04.18

(Eu é que há muito que desisti de tentar acordar quem não o quer fazer, ou é até incapaz de. Mas, se houver quem, ao contrário de mim, tenha esperança em tais tentativas, aproveito para deixar aqui a seguinte informação de interesse...)

A seguinte é a <localização> da Embaixada dos Estados Unidos da América, em Lisboa, que fica a cerca de 600 metros da Praça de Espanha, no sentido norte-noroeste.

 

(Cliquem na imagem para a ampliar.)

embaixada_eua.png

Também, quem tiver um smartphone com os sistemas operativos Android ou iOS, pode instalar a muito boa aplicação gratuita Maps.me e, nas opções da mesma, escolher descarregar os mapas do OpenStreetMap de Portugal - e, deste modo, não precisa depois de estar a gastar dados móveis de Internet, de cada vez que quiser usar esta aplicação para se orientar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tenham cuidado com as distribuições de GNU/Linux que escolhem

12.04.18

computer_surveillance.jpg

[É sempre a mesma história, em qualquer fórum que participo ou até cadeias de comentários a notícias... Se começa uma pessoa a denunciar coisas importantes, é logo atacada por trolls, que nos apelidam de maluquinhos das conspirações, e/ou é logo uma pessoa censurada, para não poder elaborar mais sobre o assunto de que fala. E, como sempre, acaba também por ser apenas na minha própria publicação na Internet que posso usufruir de Liberdade de Expressão.]

Deixo aqui as hiperligações para os arquivos de duas páginas da cadeia de comentários por mim ontem iniciada, no fórum não oficial da distribuição de GNU/Linux "Debian", tal como apareciam as mesmas na noite de ontem, antes de ter eu tido a surpresa de constatar, esta manhã, que tinham estas sido escondidas - de um modo em que quem agora use a hiperligação original para tal cadeia de comentários já não encontra a mesma - não podendo agora estes comentários, ao contrário de outras discussões (muitíssimo menos importantes) que foram "fechadas", serem sequer mais vistos no subfórum em causa.

http://blackfernando.mypressonline.com/debian1.html
http://blackfernando.mypressonline.com/debian2.html

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 15:17

IBM e o Holocausto

15.03.18

O seguinte trecho é apenas uma introdução ao tema da colaboração que houve entre a IBM e o regime nazi alemão. E, se quiserem uma palestra dada pelo autor que escreveu um livro inteiro sobre o assunto, têm por exemplo <esta>.
(Os primeiros 3 entrevistados que aparecem no trecho - que, logo por azar, são do pior que há - são simplesmente para ignorar...)



E, três importantes notas, que quero fazer sobre este tema...
Primeiro, para quem se ficar pelo anterior trecho, reparem que (tal como é mostrado por volta da marca dos 5m20s do mesmo) o contrato que é exibido pelo investigador deste tema, entre a IBM (de Nova Iorque) e o governo alemão, é de 1942. (Ora, os EUA declararam guerra à Alemanha no final de 1941. E, tal como diz o investigador que é entrevistado, as máquinas nunca foram vendidas, mas eram apenas emprestadas, e a IBM foi sempre a responsável pela manutenção das mesmas.)
Segundo, para quem se for informar mais sobre isto, reparem na simbologia usada nos cartazes que eram usados para promover estas "máquinas Hollerith".
Terceiro, para quem se interrogar sobre que interesse poderá este assunto ter para a actualidade, veja esta entrevista feita ao investigador em causa e também esta anterior colocação minha, onde denuncio eu que a Internet foi montada pelo governo estadunidense para espiar as pessoas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 00:10

Uma muito importante e interessante nota sobre a Internet, em si

05.03.18

(Mais um tweet meu que recebeu um "like" da melhor fonte que conheço no Twitter.)

 

internet.png

(Uma explicação sobre o que é o software P*OMIS <aqui>. Mas, MUITA ATENÇÃO: Não pesquisem seriamente sobre o que isto é!)

 

E, já agora, deixo aqui também uma palestra da autoria do jornalista na conta no Twitter do qual eu deixei tal comentário, seguida de uma sessão de perguntas e respostas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 18:41

Existe mesmo uma Ganesh Talai

07.02.18

É o terceiro filme na minha vida que me faz chorar... (Apenas histórias verdadeiras o fazem.)
E, se houver quem - tal como eu - seja capaz de passar dias a fio - agarrado ao computador - a pesquisar sobre algo, só para encontrar uma simples resposta, este é um filme com o qual se poderão, em parte, identificar.
Cheguei a pensar que o nome da freguesia fosse uma das várias componentes fictícias que tivessem sido adicionadas à história original. Mas, existe mesmo...

 

(Cliquem na imagem para a ampliar.)

Screenshot_2018-02-05_21-52-31.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 00:35

Estupidez ao quadrado

30.01.18

aberto.png

Reparem neste mais recente exemplo da bela "tradição" portuguesa de calar aqueles que exprimem opiniões contrárias à nossa ou à suposta verdade oficial...
Distorce o autor do seguinte blogue, repetidamente, o que eu digo - e depois (não me concedendo o "direito à resposta" e tendo até ele feito uma pergunta) não me dá a oportunidade de fazer um comentário final, onde corrigia eu o que dizia ele sobre o que eu tinha escrito. (Ou seja, pode ele deixar um comentário final, mas eu não.) E, depois (não sei se para esconder a crítica implícita que lhe fazia eu, de me estar a ameaçar com censura, escreve ele (e apenas ele) ainda mais um comentário final, a falar em "respeito" (depois de ter cortado o discurso de outra pessoa!) fazendo com que quem leia o resultado final fique a pensar que fui eu é que faltei ao respeito a outrém. (Continuando, também, eu sem obter uma resposta e sem saber então em que é que criticar ou contra-argumentar o que dizem os outros constitui uma falta de "respeito"...)
Deixo então aqui aquele que foi o último que escrevi na seguinte <cadeia de comentários>, que o autor de tal publicação decidiu eliminar, para foleiramente escrever outra vez "THE END" por cima.

 

Fernando Negro - 30 de janeiro de 2018 às 05:59

Repito que as principais "provas" apresentadas pelo campo que diz que há aquecimento antropogénico foram invalidadas. E, por isso, deixaram de o ser. Enquanto que, no núcleo duro do campo oposto, continuam as provas deste à espera de ser desmentidas. (O que eu chamo a atenção para não são meras acusações. São provas irrefutáveis, confirmadas pelos autores das mesmas, que qualquer pessoa é capaz de ler e entender.) Mas, descreva a situação como quiser...

Já não tenho, então, mais nada a dizer.

[É uma regra pessoal minha não publicar comentários onde sei que os mesmos poderão ser alvo de censura (o que me acontece repetidamente em Portugal: http://blackfernando.blogs.sapo.pt/e-mais-uma-vez-censurado-115908 + https://zap.aeiou.pt/os-islandeses-erradicaram-a-sindrome-de-down-171987#comment-271285 + http://blackfernando.blogs.sapo.pt/como-avisar-as-pessoas-disto-num-pais-94911). E, a simples ameaça (e confirmação da sua parte) de que tal pode acontecer nesta sua publicação, é razão suficiente para não querer eu mais deixar aqui quaisquer comentários. (Como sempre, quem fica a perder é quem engole as mentiras e se recusa a ler o contrário...)]

Disse.


(É o que eu digo repetidamente... Com mentalidades destas, ainda continuo eu a pensar que este país vai a algum lado...)
Tudo isto, da parte de um autor que escolhe como "belo" nome para a sua publicação o título de mais um violento e m**doso filme de Hollywood - que, entre outras coisas, normaliza a pedofilia (e que não fui eu capaz de ver mais do que os primeiros minutos de).
Mas, vá lá... Não liguem a estas coisas que andam alguns maluquinhos por aí a dizer na Internet...
Voltem mas é para os vossos smartphones (com um SO que não percebem, ou se interrogam sequer, vocês porque razão tem um nome referente a um humanóide) e usem e abusem dos mesmos.
("Já viram esta nova app para o Android? Oh, tão giro, para andar com o meu smartphone sempre ligado atrás de mim! Já repararam que também os novos carros vêm agora com localizadores GPS? Uau! Adoro toda esta nova geração de computadores, cheios de funcionalidades acrescidas!")

P.S. - Quando falo eu nos comentários de ter sido previamente censurado em tal sítio na Internet, lembro-me agora melhor de que, o comentário que lá deixei anteriormente nada tinha no texto que pudesse ser considerado indecente ou insultuoso. E, era apenas uma crítica (certamente séria, para se ter justificado eu escrevê-la) que contrariava ou corrigia o que dizia o autor do artigo em causa. Ou seja, a política de comentários em tal publicação é tal e qual como diz o autor da mesma. (Se o comentário contraria o que foi escrito no artigo, não é aprovado!)

Autoria e outros dados (tags, etc)