Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Razões de ser para a fraude do "aquecimento global" antropogénico

03.10.19

[Um comentário que deixei num tópico que foi criado num fórum de militares portugueses, onde pessoas que estão (pelo menos, algo) informadas sobre o projecto da Nova Ordem Mundial (e agora afins) têm feito colocações em cadeia.]

 

O suposto "aquecimento global" de origem antropogénica é uma falácia que qualquer pessoa com o 9º ano de escolaridade(?) consegue facilmente aperceber-se de...

 

 

(Se nunca viram o anterior muito bom documentário, feito pelo Channel 4 britânico - https://www.globalresearch.ca/global-warming-a-convenient-lie/5086 - há uma boa razão para tal... Alguém com muito dinheiro comprou os direitos de autor do mesmo e tratou de que este nunca mais fosse exibido publicamente. Sendo os vários vídeos que estão ainda disponíveis no YouTube "cópias piratas" do mesmo.)

Já repararam que, de cada vez que os média de massas portugueses vos diziam, repetidamente, no decorrer das duas décadas que passaram, que o ano anterior tinha sido o mais quente de sempre, nunca vos mostravam tais média quaisquer gráficos que provassem tais afirmações? Isso é porque, qualquer pessoa que vá aos arquivos de medição das temperaturas por satélite, usados nomeadamente pela NASA (que são públicos: http://data.remss.com/msu/monthly_time_series/) e elabore os seus próprios gráficos, consegue ver que tais afirmações são mentira.

 

no_warming.png

 

(O anterior gráfico foi tirado do seguinte vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=bSAgCFLgaVI - sendo que, têm também na seguinte hiperligação uma confirmação do mesmo, sob a forma de um gráfico elaborado pela própria equipa que mantém os registos de satélite: http://www.remss.com/blog/recent-slowing-rise-global-temperatures/)

Parte das razões de ser para esta enorme impostura científica, denunciei-a hoje, neste vosso fórum: http://www.forumdefesa.com/forum/index.php?topic=2098.msg318291#msg318291

E, se quiserem saber qual é a principal razão de todas, têm também a seguinte denúncia que recentemente fiz, num comentário que deixei no blogue da historiadora Raquel Varela: https://blackfernando.blogs.sapo.pt/a-principal-razao-i-e-a-razao-de-fundo-175885

 

*

 

"...the claims of climate change are exaggerated in an attempt to usher in more government control and regulation."
--- https://www.heartland.org/publications-resources/publications/vatican-climate-conference-presentation-lord-christopher-monckton

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 16:11

Redactor da TVI apelida da possível "censura" a apreensão de uma banda desenhada infantil de cariz sexual

26.09.19

pedolivro.jpg

(Como se o tipo de desenhos tão simples quanto os que são usados em tal livro não tivessem como público-alvo crianças muito pequenas...)

 

ASAE apreendeu o livro “As Gémeas Marotas” em Biblioteca municipal

 

Tenho dito e repito que, existe uma clara intenção por parte das elites governantes de sexualizar as crianças. Este é apenas o exemplo mais recente - sob a forma duma autêntica "armadilha" presente numa biblioteca pública, numa secção certamente não interdita a crianças (sendo também este um livro que poderia sempre ser levado por alguém com más intenções).
E, se alguém tem dúvidas de que quem redige as notícias lidas pela imprensa controlada que temos são obviamente fantoches das elites, tem com esta reacção pública uma muito boa prova disso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 00:36

Para os entendidos

25.09.19

greta_eye.png

(Mais informação aqui.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Não TVI, a Amazónia não é nenhum "Pulmão do Planeta"

22.08.19

tvi_amazonia.png

[Até a própria imprensa de massas o admite... Sendo o seguinte artigo, do qual apenas publico o início que interessa, tirado do sítio na Internet da versão brasileira de revista Superinteressante.]


A Amazônia não é o pulmão do mundo

São as algas marinhas que fornecem a maior parte do oxigênio de que o planeta precisa. Florestas como a Amazônica consomem tudo ou quase tudo que produzem.

Por Reinaldo José Lopes | 5 abr 2012

Pulmão do mundo. No que você pensa ao ouvir essa expressão? Ora, só dá para imaginar que a Amazônia é a maior produtora mundial do oxigênio. Acontece que essa história de “pulmão do mundo” não confere. Na verdade, são as algas marinhas que fazem a maior parte desse trabalho – elas jogam na atmosfera quase 55%[?] de todo o oxigênio produzido no planeta. E mais: florestas como a Amazônia, segundo os cientistas, são ambientes em clímax ecológico. Isso quer dizer que elas consomem todo – ou quase todo – o oxigênio que produzem.

As estimativas variam, mas todas indicam que a parcela de oxigênio excedente fornecida pela Amazônia para o mundo é bem pequena. É que, além de produzir oxigênio na fotossíntese (enquanto sequestram gás carbônico da atmosfera e o transformam em matéria-prima para galhos e folhas), as árvores também respiram – consumindo oxigênio e liberando gás carbônico. No fim, a relação entre produção e consumo tende a ficar no empate.

Autoria e outros dados (tags, etc)

A portuguesa Agência Lusa a mentir sobre o conflito na Ucrânia

22.07.19

ukrap.jpg

A fazer lembrar um outro "engano" sobre esta mesma temática - e também a provar, uma vez mais, o quão mentem os média ocidentais sobre o conflito no leste da Ucrânia...
Eis que foi ontem desmentido (uma vez mais) por um órgão de comunicação russo, o que este último descreve (de modo eufemista) apenas como uma "citação errada", por parte dos média ocidentais, do que estava num relatório inicial da polícia italiana.

 

Hand grenades, rifle, crossbow & machete found in new neo-Nazi cell bust in Italy

 

(Como se, de tão ignorantes que são os jornalistas, não soubessem estes bem - e também toda a gente que sabe o mínimo sobre este conflito - de que lado é que têm lutado os fascistas...)
Têm <aqui> o exemplo da Agência Lusa a mentir sobre o sucedido.
E, têm também <aqui> uma pequena lista de sucedidos, sobre as diferentes versões do relatório policial em causa - que denuncia a cumplicidade do próprio governo italiano, em querer claramente encobrir de que lado é que lutavam estes voluntários fascistas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 06:04

Sem comentários

28.06.19

jornais.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 06:27

Alienados do mundo, aderi ao Facebook!

02.04.19

dumb_computer_user.png

Comentário meu à notícia de que o Facebook irá passar a revelar (parte de) as razões pelas quais promove certas notícias, em detrimento doutras, na página inicial das contas dos seus utilizadores.

 

E, pensam vocês que o Facebook vos irá revelar *tudo* o que este algoritmo realmente faz?

Passou-vos ao lado a denúncia de há dois meses, de que o Facebook manipula as colocações de que não gosta? (“Facebook Insider Leaks Docs; Explains ‘Deboosting,’ ‘Troll Report,’ & Political Targeting in Video Interview”)

E, não sabem vocês também que funcionários do Twitter, por exemplo, já foram apanhados a admitir que têm um algoritmo de censura oculta, que esconde os tweets de contas que sejam alvo do mesmo? (Procurem pelo termo “shadow banning” na imprensa alternativa – e também pelas filmagens obtidas pelo “Project Veritas”.)

Mas, sobre a questão mais abrangente que tudo isto levanta...

A única maneira de se estar bem informado, é sermos nós próprios a vasculhar a variada imprensa que existe, à procura do que é de interesse – sobretudo na imprensa que o poder estabelecido denigre ou nos diz para não ler – e nunca deixar que sejam outros a escolher por nós o que devemos ou não ler (pois, este último processo pode sempre ser alvo de *manipulação* oculta).

A mais importante informação a que eu próprio já tive acesso, foi sempre fruto desta procura própria – e obtida até em sítios recônditos da Internet. Informação esta, que dada à sua seriedade e gravidade, torna-se óbvio por que razão nunca poderia ter sido publicada nos média detidos pelo poder económico-político estabelecido, ou ditos “de referência”.

Ora, junte-se a isto o facto de que o Facebook irá assumidamente começar a censurar informação de que não gosta (como a que denuncia os malefícios das vacinas) e é garantido que, se já é numa sociedade de alienados que vivemos, ainda mais alienados ficarão todos os utilizadores desta rede social, sobre o que realmente se passa no mundo à sua volta.

Facebook: a rede social dos descendentes de quem encolhia os ombros face à Censura do Estado Novo, se sentava contente na sua sala de estar a ouvir as “Conversas em Família” do Prof. Marcello (o que era para ser padrinho do actual) e de quem, desprovido de sentido crítico ou possuidor de uma inteligência equivalente à duma criança, precisa duma figura paternal que lhe diga o que deve ou não ler.

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 19:41

"Notícias Falsas" e Liberdade de Expressão

22.03.19

O meu parecer sobre a recente lei aprovada por Vladimir Putin, que visa censurar os média - [1] [2] - e também sobre a questão das "notícias falsas", em geral.

 

putin_tweets.png

putin_tweet.png

 

***

 

Não, não acho que esteja “tudo bem”...

Sendo exactamente por isso é que eu, por vezes, chamo a atenção das pessoas para as mentiras dos média de massas, para que lhes dêem as pessoas o seu devido valor.

Eu não acho nada bem que um qualquer órgão de comunicação ande a mentir às pessoas. Mas, não faz isso parte da Liberdade de Expressão (que pode sempre ser “corrigida” com processos judiciais, se alguém achar tal necessário)? E, não é estar a instituir uma qualquer Inquisição ou Censura claramente contraproducente – pois, se também a mesma (sempre controlada pelo poder estabelecido) for corrupta, o que a impedirá de mentir também ela às pessoas e de censurar as verdades (como, repetidamente, tem acontecido ao longo da História)?

Pessoalmente, eu encaro os vários órgãos de comunicação como qualquer pessoa (individual) que ande a contar histórias... Se a pessoa em causa tiver previamente provado a sua credibilidade, de modo repetido, acredito eu no que ela diz. Mas, se tiver tal pessoa sido já apanhada a mentir, perde para mim a sua credibilidade e deixo eu de acreditar na mesma. (Sendo, para mim, um órgão de comunicação apenas uma “pessoa colectiva”, que eu julgo da mesma maneira).

E, é por isso mesmo (i.e. por já os ter eu repetidamente apanhado a mentir) é que os vários órgãos de comunicação de massas não têm, hoje em dia, credibilidade para mim (à excepção de notícias sobre trânsito e sobre o tempo que irá fazer, suponho eu).

Aliás, não só só eu que me encontro nesta situação (mas, também muita gente que está bem informada, graças à imprensa alternativa, tornada possível pela Internet)... Sendo esta uma das razões pelas quais as vendas de jornais convencionais tem vindo a afundar nos últimos tempos – e a razão pela qual o poder económico-político estabelecido está preocupado com a imprensa alternativa (a real e que é credível – e não a, propositadamente ou não, ridícula) e pela qual quer combater tal fenómeno, com este tipo de iniciativas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 00:27

Quando são os próprios editores dos média de massas (ou imprensa dita de referência) que admitem que as suas publicações mentem

21.03.19

corporate_media.png

 

Dois comentários que fiz à notícia de que Apple se juntou recentemente à campanha de tentativa de desacreditação da informação não emitida pelos grandes interesses económicos.
(Sendo que, se consultarem os outros comentários que deixei a tal notícia - de resposta a comentários de outras pessoas - poderão ver como me defendi eu do que outros diziam.)
A primeira citação é de um caso para o qual aqui já chamei a atenção. E, a segunda citação é de uma situação específica no campo científico (que, obviamente, se pode estender ao restantes ramos deste campo do conhecimento) que eu citava em correspondência privada, quando avisava os outros da propaganda mentirosa sobre vacinas.

 

Certamente, uma iniciativa de treta...

Em que, como fontes “credíveis” que sirvam para averiguar a veracidade dos factos, serão usados os média de massas (ou serviços de “verificação de factos”, controlados pelos mesmos grandes interesses económicos) – esses sim, os maiores mentirosos que existem:

“...taught to lie, to betray and not to tell the truth to the public.”
--- Dr. Udo Ulfkotte, ex-editor do Frankfurter Allgemeine Zeitung (a descrever como a classe jornalística ocidental *mente* e escreve o que o poder estabelecido lhe diz para escrever – admissão esta, feita quando sabia ele que já lhe restavam poucos meses de vida)

 

*

 

Sobre as questões mais científicas, relativamente às quais só quem tiver conhecimentos específicos suficientes é que poderá estar em posição de avaliar a credibilidade ou não do que é reportado... Podemos confiar nas mais conhecidas publicações dos respectivos ramos?

“It is simply no longer possible to believe much of the clinical research that is published, or to rely on the judgment of trusted physicians or authoritative medical guidelines. I take no pleasure in this conclusion, which I reached slowly and reluctantly over my two decades as an editor of The New England Journal of Medicine.”
--- https://en.wikipedia.org/wiki/Marcia_Angell

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 23:24