Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Para quem seja capaz de "unir os pontos" por si próprio

23.06.20

 

[Comentário que deixei, no YouTube, ao vídeo em causa.]

 

Reparem em como,

Os países nos quais são reportados, pelos média de massas, os maiores números de vítimas são exactamente aqueles (Brasil, Rússia, EUA) que têm Presidentes não alinhados com os interesses liberal-financeiros que controlam os média de massas.

Em Portugal,

Pouco tempo depois do governo ter proibido as autarquias de reportarem os números de mortos, numa entrevista da RTP aos responsáveis por um estudo feito por uma instituição portuguesa qualquer, foi dito que os números de mortos por região e os totais nacionais não batiam certo.

Também, quem andou a consultar as estatísticas oficiais, reparou que, não só (1) foram acrescentados números ao período de final de Março e início de Abril, criando um pico que não lá estava anteriormente - que fez com que fosse ultrapassada a barreira dos 400 mortos por dia (o que pode, no entanto, ser justificado com uma actualização das informações) - como (2) foi alterado o modo como são apresentadas as estatísticas oficiais, para um em que as actuais aparentam agora ser anormais: https://twitter.com/BlackFerdyPT/status/1253871578338729984

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 15:01

Tentativa de "revolução colorida" nos EUA

08.06.20

jornalista_tvi.jpg

 

Um comentário que hoje deixei a uma colocação de Raquel Varela - em que, a manifestação de que falo, é a de punhos erguidos que anteontem ocorreu em Lisboa.

 

Manifestação de acéfalos, que provavelmente foram manipulados pelo Facebook e afins – controlado pela facção liberal-financeira das elites (e o qual até “investe” directamente dinheiro neste tipo de manifestantes: https://www.facebook.com/zuck/posts/10111969612272851) – que serve de apoio à tentativa de “revolução colorida” nos EUA.

(Que modelo social e económico alternativo é que defendem tais manifestantes? Até uma conhecida “jornalista” da TVI lá estava, desta vez para variar da propaganda de medo sobre o COVID para, uma vez mais – mas, de modo diferente – fazer propaganda a favor dos interesses financeiros que lhe pagam.)

Racismo e condições económicas deteriorantes, nos EUA, são coisas de sempre ou desde que Kennedy foi morto, respectivamente. Isto é, não são culpa de Donald Trump.

E, goste-se ou não do mesmo, Trump quer voltar a fazer da “América Grande”. Tendo, para isso, já começado a fazer alterações políticas (que passaram por rasgar os anteriores acordos de livre-comércio internacional – contra os quais manifestantes com verdadeira consciência política, como eu, se manifestavam no início da década passada).

Mas, como o Estado Profundo dos EUA, montado pelos antecessores globalistas de Trump (o mesmo que matou Kennedy, que no entanto não se pode equiparar a Trump) quer continuar a fomentar a espiral que continua a afundar (propositadamente) a Economia do seu País e não só, toca a lançar uma tentativa de “revolução colorida” (https://www.globalresearch.ca/perfecting-the-method-of-color-revolutions/32261) desta vez nos próprios EUA, visto que Trump continua a ser o favorito para as próximas eleições presidenciais (e já avisou que os seus inimigos irão, uma vez mais, tentar aldrabar os resultados).

Aliás, tudo isto é de tal modo óbvio e expectável, que até foi previsto com meses de antecedência: https://twitter.com/EstulinDaniel/status/1219648816103743489

E, o próprio símbolo do movimento “Black Lives Matter” é uma assinatura dos movimentos controlados pela CIA e afins: https://twitter.com/BlackFerdyPT/status/934827651533099009

 

Ao qual adiciono um de vários tweets que ontem deixei como comentários a um tweet original de Daniel Estulin - em que o filme de que falo, num tweet que tinha feito no início do ano, é <este>.

 

colour_revolution.png

 

E, aos quais aproveito para acrescentar a nota de que, eu não sou apoiante de Trump. Apenas, estou a contar as coisas tal como elas são...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Uma visão (muito) mais optimista da situação no Irão?

09.01.20

iranian_crisis.png

[Os outros três comentários de que falo, nos anteriores tweets, são os que deixei a <este> tweet.]

 

*

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 23:41

"Notícias Falsas" e Liberdade de Expressão

22.03.19

O meu parecer sobre a recente lei aprovada por Vladimir Putin, que visa censurar os média - [1] [2] - e também sobre a questão das "notícias falsas", em geral.

 

putin_tweets.png

putin_tweet.png

 

***

 

Não, não acho que esteja “tudo bem”...

Sendo exactamente por isso é que eu, por vezes, chamo a atenção das pessoas para as mentiras dos média de massas, para que lhes dêem as pessoas o seu devido valor.

Eu não acho nada bem que um qualquer órgão de comunicação ande a mentir às pessoas. Mas, não faz isso parte da Liberdade de Expressão (que pode sempre ser “corrigida” com processos judiciais, se alguém achar tal necessário)? E, não é estar a instituir uma qualquer Inquisição ou Censura claramente contraproducente – pois, se também a mesma (sempre controlada pelo poder estabelecido) for corrupta, o que a impedirá de mentir também ela às pessoas e de censurar as verdades (como, repetidamente, tem acontecido ao longo da História)?

Pessoalmente, eu encaro os vários órgãos de comunicação como qualquer pessoa (individual) que ande a contar histórias... Se a pessoa em causa tiver previamente provado a sua credibilidade, de modo repetido, acredito eu no que ela diz. Mas, se tiver tal pessoa sido já apanhada a mentir, perde para mim a sua credibilidade e deixo eu de acreditar na mesma. (Sendo, para mim, um órgão de comunicação apenas uma “pessoa colectiva”, que eu julgo da mesma maneira).

E, é por isso mesmo (i.e. por já os ter eu repetidamente apanhado a mentir) é que os vários órgãos de comunicação de massas não têm, hoje em dia, credibilidade para mim (à excepção de notícias sobre trânsito e sobre o tempo que irá fazer, suponho eu).

Aliás, não só só eu que me encontro nesta situação (mas, também muita gente que está bem informada, graças à imprensa alternativa, tornada possível pela Internet)... Sendo esta uma das razões pelas quais as vendas de jornais convencionais tem vindo a afundar nos últimos tempos – e a razão pela qual o poder económico-político estabelecido está preocupado com a imprensa alternativa (a real e que é credível – e não a, propositadamente ou não, ridícula) e pela qual quer combater tal fenómeno, com este tipo de iniciativas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 00:27

A tecnologia avançada que é de nós escondida

07.03.19

unknown_tech.jpg

Um outro comentário que fiz, numa publicação sobre novidades tecnológicas, a um artigo no qual o autor português ridicularizava Donald Trump, por sugerir o último que se implementasse tecnologia de telemóveis de 6ª geração.

 

No que toca à tecnologia informática, e não só, a que já foi desenvolvida e é secretamente usada pelo governo estadunidense (sabe quem está bem informado) está sempre cerca de duas décadas à frente da que é do conhecimento público e é usada pelo comum cidadão.

Alguém aqui sabe, por exemplo, que o governo dos EUA já desenvolveu a Fusão a Frio – e que poderá tornar tal tecnologia pública se o preço do petróleo subir para valores demasiado elevados? (https://www.youtube.com/watch?v=mbMnsNuXhJo)

Alguém aqui sabe, por exemplo, que o mesmo tipo de Inteligência Artificial imensamente poderosa, cuja uma variante é hoje usada para gerir todas as máquinas de ATM do Mundo em tempo real e ao mesmo tempo, já existia desde os anos 1970 – e que, desde a criação da Internet tal IA é usada para vigiar tudo o que nesta última rede se passa? (https://trisquel.info/en/forum/sentient-code-inside-look-stephen-wolframs-utterly-new-insanely-ambitious-computational-paradi#comment-46043 + https://www.wook.pt/livro/conspiracao-octopus-daniel-estulin/10636938)

(E, a título de grande curiosidade, alguém aqui já se deu alguma vez ao trabalho de ler o que têm a dizer aqueles que dizem que as imagens que nos mostraram da alunagem de 1969 são falsas? Quem conhece pessoalmente astronautas estadunidenses, diz que foi para não revelar a tecnologia avançada que já na altura o governo dos EUA possuía: [vídeos censurados pelo YouTube: https://www.infowars.com/update-youtube-bans-alex-jones-channel/])

Por isso, das duas uma:

1) Ou Donald Trump está apenas a fazer uma afirmação que visa apelar a um mais acelerado desenvolvimento tecnológico.

2) Ou, de facto, “Donald Trump sabe mais do que diz sobre o 6G”...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Obviamente, tratar-se-á de mais um "movimento colorido"

01.12.18

coletes_amarelos.jpg

 

Assunto: O movimento dos "coletes amarelos" é certamente um movimento controlado

(Estando eu a enviar esta mensagem a quem vive ou tem vivido em cidades que estão a ser afectadas por este movimento...)

Venho só informar-vos de que,

O a que estamos a assistir com este movimento dos "coletes amarelos", obviamente que (para qualquer pessoa bem informada) nada mais é do que a aplicação da velha fórmula das "revoluções coloridas" (https://pt.wikipedia.org/wiki/Revoluções_coloridas) que tem sido usada para derrubar governos democraticamente eleitos que não alinham com certos interesses ocidentais (https://www.theguardian.com/world/2004/nov/26/ukraine.usa).

Pois, o que se passa agora no Ocidente é que - tal como tem denunciado o agente dos serviços secretos russos, Daniel Estulin, na sua conta no Twitter e denuncia também este no seu último livro que já foi publicado em Portugal (https://www.wook.pt/livro/nos-bastidores-de-trump-da-russia-e-do-mundo-daniel-estulin/21876488) - a eleição do Donald Trump e o Brexit são duas manifestações de uma divisão que ocorreu entre as elites ocidentais, com uma facção que quer implementar um novo modelo económico que sirva de substituto ao que já entrou em Colapso (formada pela velha oligarquia europeia e outros, na qual se incluiu a monarquia britânica) e outra facção que continua a insistir neste modelo económico sem futuro - que é a facção que ainda controla a União Europeia e a grande maioria dos média de massas (incluindo as redes sociais) e que é formada essencialmente por uma grande parte dos chamados banqueiros internacionais.

Ora, o Macron antes de ser Presidente de França trabalhava para a família Rothschild. E, a família Rothschild é uma conhecida família de "sócios" da família real britânica (ex: http://kontrainfo.com/capitulo-5-la-casa-rothschild-sionismo-financiero-estado-israel/). E, como tal, o Macron tem sido repetidamente denunciado pelo autor Daniel Estulin como um agente britânico, tal como foi o Napoleão III (https://twitter.com/search?q=macron napoleon from:EstulinDaniel).

Tendo então estalado uma guerra interna entre as elites ocidentais, entre quem está do lado dos britânicos e outros interesses que se tornaram nacionalistas e quem está do lado dos liberais-financeiros, que insistem na União Europeia, obviamente que não é do interesse do sector liberal-financeiro ter um presidente como o Macron a comandar os destinos de um tão grande e importante país como França. E, tendo este sector liberal o controlo das redes sociais (o Facebook e afins são empresas de fachada da CIA - https://blackfernando.blogs.sapo.pt/ja-aderiram-ao-facebook-49568 - ainda sob o controlo de tal sector)... Não é preciso puxar muito pelos neurónios para perceber o que se passa agora nas ruas de França.

Tudo o que é oriundo de "redes sociais" é sinónimo de movimento controlado. Pois, primeiro que tudo, são estas redes imensamente populadas pelo fenómeno dos "trolls", que são (tal como tem sido repetidamente denunciado também na imprensa portuguesa: https://zap.aeiou.pt/sporting-meio-milhao-blogs-contas-falsas-209537 + http://videos.sapo.pt/osVD6KZEr9jc8zwnbAKm) pessoas que são pagas pelo poder estabelecido para emitir certo tipo de críticas, pontos-de-vista e propaganda nestas redes. E, segundo, qualquer pessoa que seja verdadeiramente "anti-sistema" e use este tipo de redes controladas para difundir mensagens que não interessam a esse mesmo sistema, é por norma censurada e alvo de golpes baixos, que visam impedir a difusão de tais mensagens (tal como tem acontecido ao autor Daniel Estulin, a inúmeros apoiantes do Donald Trump nos EUA e até a mim próprio, quando denunciava coisas mais incómodas - razão pela qual já não uso mais as minhas contas na Google/YouTube/Blogger ou no Twitter: https://www.rt.com/usa/441075-facebook-twitter-banned-accounts/).

E, por isso, venho avisar-vos...

Razões legítimas que possam haver para certos protestos (que normalmente há - e é exactamente por se usarem as mesmas é que este tipo de "movimentos coloridos" têm tido o sucesso que têm tido: https://blackfernando.blogs.sapo.pt/que-se-fa-a-constituicao-38423?thread=72983#t72983) à parte, desconfiem de tudo o que lêem nas ditas redes sociais para o qual não sejam apresentadas provas. E, tenham consciência de que estas redes são imensamente usadas, através de perfis falsos, para tentar manipular as pessoas e espalhar desinformação.

E, se não querem estar possivelmente a ser constantemente manipulados por estes ou aqueles interesses que desconhecem, se alguma vez se quiserem envolver em actividades políticas, informem-se primeiro sobre quem são e o que fazem os actores deste teatro, para que não sejam enganados pelos mesmos - podendo vós, para isso, começar por recorrer às melhores fontes de informação que existem, para as quais eu tenho chamado a atenção no meu blogue (ex: https://twitter.com/BlackFerdyPT/status/934827651533099009 + https://www.globalresearch.ca/cia-backed-color-revolutions/5611641 + https://blackfernando.blogs.sapo.pt/o-celebre-maio-de-68-explicado-em-muito-78960).

 

*

 

Assunto: O movimento dos "coletes amarelos" é certamente um movimento controlado - adendo

No fundo, trata-se este movimento de um do mesmo tipo do que ocorreu em Portugal, nos anos 90 junto à Ponte 25 de Abril, para derrubar o que a imprensa controlada chamava de "Cavaquistão".

O Cavaco Silva é um de dois ou três Presidentes da República que tivemos que não estava sob o controlo dos grandes interesses económicos - e a prová-lo está (para além do facto de ainda hoje ser ele imensamente denegrido por esta mesma imprensa controlada) o facto de ter sido Cavaco Silva quem nomeou a Procuradora-Geral da República, Joana Marques Vidal, responsável pela prisão de várias altas figuras da corrupta sociedade que temos - e que o actual Presidente, Marcelo Rebelo de Sousa, obviamente tratou de correr do seu cargo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Primeira péssima decisão de Bolsonaro: Sérgio Moro, o fantoche estadunidense, para Ministro da Justiça e Segurança Pública

02.11.18

moro.jpg

Tal como chamei eu aqui a atenção para, em dois comentários que deixei a uma das minhas últimas colocações, não sou (de modo algum) um apoiante de Bolsonaro. E, tendo este futuro Presidente a personalidade que todos conhecem, já esperava eu da parte dele decisões que - mais do que serem meramente más - fossem literalmente péssimas. E, pelos vistos não demorou muito até tal ocorrer.
Segue-se um texto elaborado pela conceituada equipa da revista Executive Intelligence Review, sobre a natureza de Sérgio Moro e da restante equipa da operação "Lava Jato".
(Para mais denúncias sobre a verdadeira natureza desta operação, podem pesquisar sobre o assunto no sítio LaRouchePub.com - nomeadamente, na sua secção de colocações em português.)

 

Lula Defense Exposes DOJ/FBI Control over Brazil’s ‘Lava Jato,’ Could Annul Conviction

April 2, 2018 — Former Brazilian President Lula da Silva’s legal defense team filed an explosive motion before the 4th Region Federal Regional Court on March 16, which could blow open the entire British Empire/Wall Street “Lava Jato” (“Carwash”) operation, which is being used to tear apart Brazil as a nation. Depending on how this unfolds, this counterattack by the Lula legal team could have blowback inside the U.S. as well, adding to the unmasking of the corrupt apparatus in the Department of Justice (DOJ) around Robert Mueller’s attempted coup d’état against President Trump.

The motion presents new evidence as grounds for throwing out the conviction and 12-year prison sentence handed down against Lula on patently flimsy “corruption” charges. Included in the evidence are on-the-record statements by high-level U.S. Department of Justice officials that Brazil’s Judge Sergio Moro and his “Lava Jato” hit squad which prosecuted Lula, cooperated intimately with the DOJ, bypassing “official procedures,” to “construct” their cases generally, and specifically against Lula da Silva, “in a manifest affront to due legal process and national sovereignty.”

The evidence submitted includes the July 19, 2017 speech by then head of the Justice Department Criminal Division, Kenneth Blanco, in which he cited the guilty verdict handed down against Lula da Silva as a leading example of the “extraordinary results” achieved from DOJ collaboration with the “Lava Jato” strike force, which he openly bragged operated outside “formal processes such as mutual legal assistance treaties.”

No one in Brazil had taken note of that publicly available speech until EIR published a press release on Dec. 16, 2017 with the relevant quotes, and identifying the overlap of this operation with the British coup plotters against U.S. President Donald Trump. The release hit Brazil like a bombshell.

Added to the evidence by the Lula legal team is the May 24, 2017 speech at an Anti-Corruption Summit in São Paulo by then-Deputy Assistant Attorney General Trevor McFadden, second in command in the Criminal Division. The exposé added to Blanco’s assertion of DOJ control over “Lava Jato” and the case against Lula, among other gems, that Brazil and the DOJ “not only helped one another in the collection of evidence and the construction of the case,” but they agreed on what fines and punishments would be imposed in both countries.

In light of the above, and stating that the judge in Lula’s case had refused to allow any questions raised by the defense about foreign involvement in the case brought against him, his legal team therefore also demanded that the defense be provided documentation on all contacts and meetings between Judge Moro’s “Lava Jato” team and the DOJ/FBI.

If this motion prospers, every tree in the forest could fall.

Those who carried out the coup against former President Dilma Rousseff, and who are now trying to throw Lula in jail lest he win the upcoming presidential elections, in which he is the leading candidate, will try to sweep these new developments under the rug and proceed anyway, but Lula’s defense team has documented before the Brazilian courts and people that Lava Jato is an illegal, international attack on the nation, run through networks controlling the Criminal Division of the Department of Justice and the FBI in the United States.

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 16:09

O que (muito provavelmente) terá acontecido a Anthony Bourdain

19.06.18

Assunto: Anthony Bourdain foi [quase certamente] morto

(Estava prestes a usar a sua série de televisão para denunciar tráfico sexual de crianças - no qual as elites estão, por norma, envolvidas: https://www.zerohedge.com/news/2017-01-25/clinton-silsby-trafficking-scandal-and-how-media-attempted-ignorecover-ithttps://twitter.com/EstulinDaniel/status/926957171564167168https://twitter.com/EstulinDaniel/status/926958967904911360https://sputniknews.com/europe/201508051025409195/ + http://www.dailymail.co.uk/news/article-4238188/Sir-Edward-Heath-paedophile-says-police-chief.html)


A seguinte entrevista foi feita a um radialista com 24 anos de carreira - e que é descrito pelo próprio Donald Trump como tendo uma "reputação fantástica" (https://www.youtube.com/watch?v=FJqLAleEnKw).



(No fundo, é uma história semelhante à que conta este radialista acerca do realizador Stanley Kubrick - https://forum.prisonplanet.com/index.php?topic=157208.msg935683#msg935683 - de quem tal muito conhecido apresentador é amigo de uma das filhas: https://www.youtube .com/watch?v=UoDKg8nHI1U#t=8m23s)

Autoria e outros dados (tags, etc)