Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Não serás nunca esquecido, herói dos tempos modernos, Ruppert

20.04.14
"Why do we go through this stuff?... And, the answer that I keep coming to, is something that I wrote on Facebook, a couple of months ago... Someone went, 'Why just we don't roll up, and die now, and give up?'... And, I said, 'A warrior in times of great stress, like this, and when facing imminent death' - and, these are my words - 'continues with the daily routines, and the daily rituals, as if there will be a tomorrow, because it holds open the possibility of Victory'."

"And, if I'm happier, now (...) You have to allow me... That I've spent a lifetime earning the right to smile, when I realize that I'm not alone, and I see other really exceptional people rising up, and be innovating, and kicking ass, and
leading..."

"There are people who would lay down, and die. Well, that's not a warrior's path. (...) The warrior's way... You fight until the last minute."


--- Michael C. Ruppert (1951-2014)

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 20:46


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Fernando Negro a 20.04.2014 às 22:32

E, um acrescento final, que devo fazer...

O documentário ao qual corresponde a hiperligação que eu incluo no final da colocação, é (logo a começar pela banda sonora e passando pelas cenas escolhidas) - pelo menos, para mim - um documentário claramente feito por alguém com ligações ao sistema, que tenta dar uma visão pessimista de que "o fim está próximo" e que deveremos todos adoptar uma atitude de "salve-se que puder"...

Possível futuro esse, que sei agora que não é tão grave e tão certo como ainda pensam alguns - e, atitude essa, que não considero ser a mais correcta a adoptar... Mas, ainda assim, compreendo perfeitamente que, quem acredite no que Ruppert acreditava, tome tal atitude - a qual respeito.

No entanto, por mostrar tal filme o quão bem Ruppert se estava a conseguir safar e o quão feliz ele, finalmente, estava a conseguir ser, achei que seria uma boa maneira de deixar todos (os que irão sempre admirar a pessoa que ele foi - e o grande trabalho que ele fez) um pouco mais felizes, sabendo que - ao menos, no final da sua vida - estava ele finalmente a conseguir ser, em grande parte, feliz.

comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.