Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Já actualizaram o vosso Windows?

16.06.12


  • Leiam aqui sobre por que razão é importante fazer sempre as últimas actualizações de "segurança".

  • Leiam, se quiserem, aqui uma pergunta que fiz a alguém que escreve para publicações informáticas (e que ficou sem resposta).

  • Leiam também aqui sobre uma suspeita que, há já largos anos, existe, relativamente a este sistema operativo.

  • E leiam aqui sobre uma boa alternativa ao mesmo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 08:38


8 comentários

Sem imagem de perfil

De Fernando Negro a 23.06.2012 às 12:01

Olá, Fada.

A diferença é grande, e mesmo muito importante.

Uma coisa é a colaboração que a NSA tem com a Microsoft e o código que daí resulta, que não podemos ler e que pouca ou nenhuma ideia temos do que faz. Ou seja, um sistema operativo (SO) que muito pouco ideia fazemos do que realmente faz e cujo interface nos pode estar a mentir, pois trata-se de código que apenas é distribuído na sua forma executável - e não também na sua forma original, não compilada, em que podemos ler as instruções que fazem parte dos programas.

Outra coisa é o chamado Software Livre (e de Código-Fonte Aberto), que é obrigatoriamente distribuído na sua forma executável e na sua forma original, não compilada, em que qualquer pessoa que queira pode inspeccionar as instruções que fazem parte dos programas em causa e ler o que o computador é ordenado a fazer nos bastidores.

(Pode ler mais sobre isto, talvez aqui (http://pt.wikipedia.org/wiki/Compilador), se quiser melhor compreender do que estou a falar.)

No primeiro caso, ficamos à mercê do que quer que lá puseram dentro e que não podemos saber o que é.*

No segundo, a serem colocadas algumas instruções maléficas para o nosso computador nesse mesmo código, qualquer pessoa que saiba programar na linguagem em que foi programado esse mesmo código, pode ler todas as suas instruções e detectar qualquer coisa que esteja mal.

A contribuição que a NSA fez para o código do Windows é, por isso, algo que não fazemos ideia qual tenha sido. E que levanta suspeitas quanto a possíveis "portas dos fundos" etc que possam lá ter sido colocadas.

A contribuição em causa de que você e o comentador que mencionou falam - que a NSA fez para o núcleo Linux do SO "GNU/Linux" - foi algo que, pela natureza deste SO - que, por norma, só inclui software que seja distribuído conjuntamente com o seu código-fonte - foi feito de modo transparente. Em que todos os programadores do núcleo Linux puderam inspeccionar, estudar e até modificar, se quisessem, o código. Ou seja, uma contribuição onde a NSA não pode ter escondido nenhuma instrução maléfica ou software espião e, a ter sido incluído algum destes às claras, seriam vistos pelos programadores que integraram este código no núcleo Linux.

(continua)

comentar colocação