Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Algumas verdades que irão ser escondidas por Facebook e Google

20.02.19

facebook-censorship.png

Um comentário que deixei a uma notícia de anteontem de que o Facebook e a Google irão começar a esconder (i.e. censurar) conteúdo que denuncie os malefícios das vacinas.

 

1) O sarampo tem ressurgido recentemente no mundo desenvolvido devido à (notória) pioria das condições de vida, que tem vindo a ocorrer desde 2008 (https://www.rt.com/op-ed/418572-us-decline-poverty-un/). Pois, os dois principais factores que determinam a propagação das doenças contagiosas são (a) a higiene (que, quando boa, diminui a exposição aos agentes patogénicos) e (b) a nutrição (que, quando boa, aumenta a capacidade do organismo de resistir aos agentes patogénicos). Ora, com as infra-estruturas sociais a falharem e a degradarem-se e as pessoas com cada vez menos dinheiro para pagar contas da água e do gás e também com cada vez menos dinheiro para uma boa alimentação, outra coisa não é de esperar que não seja o aumento da propagação de doenças (https://www.rt.com/op-ed/418572-us-decline-poverty-un/).

2) Não foram as vacinas que levaram ao quase desaparecimento do sarampo no mundo desenvolvido. Mas, as melhorias nos dois factores que mencionei no ponto anterior, causadas pelo desenvolvimento económico que ocorreu. E, têm uma *prova* de que as vacinas não tiveram influência na redução da ocorrência desta doença aqui: https://c1.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/Gb515139f/20376610_LRws1.png (gráfico tirado deste documentário, feito também por médicos: https://archive.org/details/Vaccination..The.Hidden.Truth.1998).

3) O autismo é apenas outro nome para envenenamento por mercúrio (pois, os sintomas são os mesmos). E, o autismo é claramente causado pelo mercúrio contido num dos preservantes usados nas vacinas (https://www.infowars.com/autism-reported-as-vaccine-side-effect-fda-insert-shows/ + https://www.youtube.com/watch?v=1XUM2gvfbW8).

(Mas, claro... Aos grandes interesses económicos, de que o Facebook e a sua amiga e multimilionária indústria médico-farmacêutico fazem parte, não interessa que se denuncie isto... E, por isso, toca a censurar colocações no Facebook como esta: https://www.facebook.com/courtney.mindyourbusiness/videos/10217775063031869/)

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 05:31


1 comentário

Imagem de perfil

De Fernando Negro a 20.02.2019 às 05:41

[Sendo que, por qualquer razão quer desconheço (e ao contrário de outros comentários posteriores de teste, que fiz, a outras notícias na mesma publicação) o seguinte comentário, que tentei deixar como resposta a um outro na mesma cadeia (https://pplware.sapo.pt/redes_sociais/o-facebook-e-a-google-vao-censurar-conteudo-anti-vacinacao/#comment-2321024) foi repetidamente não aceite (censurado) de modo automático, pelo sistema de comentários a esta notícia...]

Sobre as vacinas, há até quem diga que estas, se feitas sem compostos que causem problemas (contaminações com vírus que provocam cancro etc: http://www.sv40foundation.org/ + https://www.naturalnews.com/2019-01-28-top-10-facts-about-the-vaccine-industry.html) podem ser benéficas. Mas, pessoalmente, nunca vi informação convincente disto - e, creio que só mesmo apanhando uma doença a sério, que não seja mortal (e não a versão modificada/enfraquecida da mesma) é que pode um organismo criar defesas eficazes contra tal doença.

Mas, sobre o que você diz, de que o que dá lucro é criar dependentes de medicamentos, isso é algo que os próprios grandes interesses económicos até admitem: https://zap.aeiou.pt/curar-doentes-mau-199624

(Razão parcial pela qual não são comercializadas drogas que curam o cancro - https://www.youtube.com/watch?v=Y3x-Uj4yAMY - razão pela qual não nos é dito que a diabetes tipo 2 pode ser eliminada retirando os hidratos de carbono da dieta - https://www.youtube.com/watch?v=da1vvigy5tQ - etc.)

Aproveitem a versão não censurada do YouTube e do Google enquanto podem.

comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.