Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Coincidências

25.06.19

O banco público Caixa Geral de Depósitos (o mesmo que faz o favor de contrair os prejuízos de accionistas privados de bancos, para livrar os pobres últimos de falências pessoais - ao mesmo tempo que cumpre, deste modo, o objectivo de falir o Estado) que tem uma pirâmide à porta da sua sede nacional...

cgd_piramide.jpg

...acaba de estabelecer o valor de "€6.666" como a fasquia só acima da qual os seus depositantes poderão receber juros, relativos a dinheiro que tenham parado em contas deste banco.

(Ora, sabida que é, por muitos, a forte ligação da sociedade dos Illuminati ao sector da Finança, obviamente que tudo isto se tratará de mera coincidência...)

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 18:36

O número 11 como assinatura codificada

03.01.19

ParcGuellOkupas.jpg

Quem tenha lido algumas das colocações neste blogue, sobre a forte presença do número 11 na escolha de importantes datas, já deverá ter concordado que, de facto, há aqui algo que pode, no mínimo, ser considerado mesmo muito suspeito.
Mas, quantos de vós é que já repararam na presença do mesmo, sob a forma de letra?
"Ku Klux Klan", movimento "okupa"...
Se considerarmos cada letra do alfabeto como equivalente a um número, temos A=1, B=2, C=3 etc e... K=11.
Ora, não é claramente o nome escolhido para o grupo "KKK" o resultado da vontade de alguém de que as três iniciais do nome de tal grupo fossem a letra K?
Afinal de contas, "Ku" não quer dizer nada, "Klux" também não e "Klan" não se escreve com K.
A óbvia explicação para isto, está no facto de que quem fundou este grupo foi um conhecido maçom de 33º grau, chamado Albert Pike - conhecido até por ter reformulado alguns dos rituais da (muito presente, na sociedade ocidental) Maçonaria.
Devendo também esta ser a razão pela qual a letra K aparece 3 vezes e a razão pela qual o grupo por este maçom formado tem como símbolo um muito discreto 6 (adoptado também pela multinacional britânica Vodafone) - que, quando repetido também 3 vezes, resulta num número satânico.
O objectivo da criação de tal grupo ou movimento?
Também óbvio: criar divisões raciais nos EUA, no seguimento da máxima "dividir para reinar".
Ora, tornando-se mesmo muito suspeito (ou óbvio) que a presença da letra K em movimento sociais não esteja lá por acaso e que seja uma assinatura oculta...
O que pensar então do movimento "okupa" no nosso país vizinho?
Qualquer pessoa que tenha tido contacto com este movimento, saberá que se distingue o mesmo dos reais movimentos sociais pela sua inconsequência política, promoção de um estilo de vida alternativo (em detrimento de um real e forte activismo social - o que, no que toca a movimentos anarquistas, é conhecido por "lifestyle anarchism" em países anglo-saxónicos) e pela promoção de estéticas e formas de "arte" normalmente feias e degradantes (sugiro a visita a um destes "centros sociais okupados" para o constatar ou, em alternativa, podem procurar por fotografias dos mesmos na Internet) sempre associadas ao consumo de drogas - sejam estas leves ou duras (álcool incluído).
Ora, sabendo isto, não será de suspeitar que também que este movimento "okupa" tenha sido uma criação do próprio poder estabelecido, para desviar as poucas energias que restem (após o consumo das referidas drogas, isto é) por parte dos seus adeptos para formas de "luta" (quando puderem estas sequer ser consideradas como tal) ineficazes e inconsequentes, no seguimento do mesmo princípio sobre o qual elaborava eu <aqui> e também <aqui>?
(Comparem, por exemplo, a quantidade e acima de tudo a qualidade do material - de natureza política e não só - produzido por uma redacção de um qualquer jornal, ou de um qualquer departamento de um serviço secreto, com a quantidade e a qualidade do material produzido pelo mesmo número de integrantes de um qualquer destes centros sociais "okupados"...)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sempre a mesma história (x2)

16.12.18

strasbourg.jpg

[Uma série de mensagens que enviei a quem me é próximo e está, ou tem estado, emigrado na Europa francófona, que tiveram início na noite de 11 para 12 deste mês. As referências aos números 11 e 7, explico-as <aqui>. E, reparem que o suspeito em causa tinha granadas em casa - que são algo que não se compra no supermercado e que indicia que não estava a agir de modo isolado.]

 

 

Assunto: Dia 11

https://www.rt.com/news/446209-strasbourg-shots-injured-christmas-market/

Se o suspeito não for capturado vivo (para não contar quem lhe deu as ordens) deverá quase certamente ter sido mais um atentado pertencente à mesma série para a qual eu tenho avisado.

Reparem que o suspeito convenientemente "escapou" de uma detenção por parte das autoridades, para depois ir cometer este atentado - https://www.rt.com/news/446221-strasbourg-shooting-suspect-terrorism/ - tendo conseguido passar pela suposta segurança do mercado, quando era um homem supostamente procurado.

Como eu disse, daqui para a frente, evitar grandes aglomerações de pessoas - especialmente nestes dias.

 

*

 

Assunto: Dia 11 - adendo

E, reparem na altura em que (no mesmo dia) ocorreu um típico tiroteio gratuito no Brasil...

Pouco tempo depois do novo [i.e. futuro, que ainda não tomou posse] Presidente, Jair Bolsonaro, ter dito que irá facilitar o acesso às armas de fogo, para que as pessoas se possam defender - e que os estadunidenses garantiram como direito, na 2ª Emenda à sua Constituição, para que possam as pessoas se defender do próprio governo, caso o último se torne tirânico.

Este tipo de tiroteios gratuitos, que não fazem qualquer sentido (e que costumam ocorrer no Ocidente, em especial nos EUA) muita gente suspeita que sejam também operações dos próprios governos, que visam demonizar a posse de armas pelo comum cidadão. (Ex: tiroteio ocorrido numa escola na Finlândia, no dia 7/11/07 - https://en.wikipedia.org/wiki/Jokela_school_shooting)

 

*

 

Assunto: Dia 11 - segundo adendo

Sobre o aparente facto deste atentado em Estrasburgo ter ocorrido com a conivência das autoridades, podem ver um vídeo [disponível no YouTube] relativo a outros três atentados terroristas anteriores: https://www.youtube.com/watch?v=WB-6VikW9kQ

(Nota: Eu não estou, com isto, a dizer que os meros polícias de rua e militares em causa possam estar envolvidos nisto. Apenas, o que suspeito é que não recebam estes as ordens e os avisos que seria suposto receberem - e que possam até receber ordens para não estar em certo sítio, em certo dia, ou para não agirem segundo procedimentos que seriam normais.)

 

*

 

Assunto: Dia 11 - adendo final

Não disse eu logo que o suspeito não iria ser capturado vivo?

É uma das regras deste tipo de atentados, na qual quem está atento aos mesmos já terá reparado: https://blackfernando.blogs.sapo.pt/sempre-a-mesma-historia-113713

Autoria e outros dados (tags, etc)

Isolada, mas não alienada (ao contrário de muitos na civilização)

05.08.18

O seguinte trecho que seleccionei no seguinte documentário - sobre a última sobrevivente da família Lykov - vem a propósito de um aviso recente que fiz, num blogue cristão que descobri, sobre o facto do "número da besta" ser já usado, presentemente, para "comprar ou vender" (Apocalipse 13:16-18) - tal como denunciava eu, há uns anos, <aqui>.

(Têm a confirmação da razão de ser de tal rejeição, a partir da marca dos 33m e 31s do documentário.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 16:30

Possíveis explicações para a escolha dos números "17" e "91"

05.10.17

luxor-route91harvest.jpg

[Aproveitando eu para dizer que este blogue continua de "férias" - e que esta é apenas mais uma interrupção que se justifica das mesmas - e também para acrescentar que, devido à natureza mais esotérica (e doentia) do assunto de que a seguir falo (que, para além disso, também atrai os "maluquinhos das conspirações" ou "conspiranóicos") não tenciono eu fazer aqui mais colocações sobre o mesmo... Para completar, de certo modo, algo que eu aqui <publiquei> anteriormente, venho só colocar neste blogue mais alguma correspondência privada que recentemente enviei, a propósito de mais dois atentados terroristas que recentemente ocorreram, em que dá para perceber que houve, uma vez mais, mão do poder estabelecido por trás.]

 

Assunto: Números maçónicos que desconheço

No seguimento de cartas anteriores, em que avisei da maior probabilidade de haver ataques terroristas em certos dias específicos, venho só acrescentar que:

1) Pelo que tenho lido, nos "tweets" de um ex-agente dos serviços secretos russos (https://twitter.com/EstulinDaniel) que confirmou as suspeitas que já muita gente (que está atenta a estes fenómenos) tinha, tenho ficado a saber que há mais números maçónicos, para além dos que eu e muita gente conhecíamos. Pois, a propósito de outro atentado, disse este autor uma vez que o "50", por exemplo, é também um número maçónico - e veio agora também dizer que o massacre que ocorreu em Las Vegas tem a ver com o número "91": https://twitter.com/EstulinDaniel/status/915223942444576771 (Sendo que, o uso destes números não tem necessariamente a ver com o dia do mês, em si - mas, também com outras contas e jogos numerológicos que podem ser feitos...)

(A propósito do massacre que ocorreu em Las Vegas, cruzem a informação que é possivelmente denunciada no subtítulo "1st Rule: Announcing What Will Happen Beforehand" do seguinte artigo - https://www.henrymakow.com/9-11-as-occult-trauma-brainwashing.html - com a seguinte notícia, que não deverá ser passada em qualquer meio de comunicação de massas: https://www.prisonplanet.com/concert-goers-were-warned-they-were-all-going-to-die-tonight.html)

2) Reparem que eu disse que também tem havido ataques noutros dias. Pois, (tal como eu explico aqui: http://octopedia.blogspot.pt/2017/06/o-estranho-caso-dos-passaportes-e-bi-no.html?showComment =1496871453346#c8023770354619422176) desde que começou esta nova vaga de atentados, em 2014, há alguns/vários que são agora cometidos por quem decide simplesmente responder aos apelos do dito "Estado Islâmico" para cometer atentados por iniciativa própria. E, se algum muçulmano chanfrado decide, num qualquer dia que lhe dá na gana, cometer um atentado sozinho, por mera iniciativa própria (como atacar um polícia à facada, numa estação de comboios), obviamente que o dia escolhido para tal atentado não obedecerá a (supostas) regras de qualquer sociedade secreta (da qual não recebe tal pessoa louca ordens directas).

3) O ataque nas Ramblas de Barcelona, poderá ter sido um destes ataques, da parte de alguém que simplesmente decidiu, por iniciativa própria, fazê-lo naquele dia. Mas, depois de ter eu ficado a saber (ou ter sido lembrado de) que neste ano (de 2017) se estão a comemorar os 300 anos da criação da Maçonaria (fundada em 1717) é possível que o dia "17" (escolhido para o ataque em Barcelona) possa também ter um significado maçónico(?) neste ano. (E, a confirmar isto, poderá estar a informação, que foi avançada pelos meios de massas, sobre uma mão do dito "Estado Islâmico" por trás deste atentado: http://www.dailymail.co.uk/news/article-4808884/Imam-suspected-masterminding-Barcelona-attacks.html)

[Editado a 10/10/2017: Tendo eu recebido um outro "like" (que interpreto como confirmação do que afirmo) da parte de Daniel Estulin, a seguinte é mais uma explicação para o facto de ter sido escolhido o dia "17" para o ataque em Barcelona: https://twitter.com/BlackFerdyPT/status/917636132304834567]

4) Eu não sou, nem tenho quaisquer pretensões a ser, um especialista neste assunto. Pois, apesar de me interessar em saber (para tentar desvendar e compreender) quem é que anda a cometer estes atentados... Por ser eu uma pessoa de interesses muito variados, o resultado é que acabo por saber de quase tudo um pouco, mas acabo também por não saber sobre muitas coisas em profundidade. E, para além disso, esta história de códigos, símbolos e números secretos é (pelo enorme desprezo que tenho por quem recorre a tais: https://twitter.com/EstulinDaniel/status/914990916485644288) algo que não me interessa por aí além... Mas, no seguimento destas observações que tenho feito (e se alguém tem ainda dúvidas algumas de que as elites que controlam a nossa sociedade recorrem a certos números propositadamente) se alguém se interessar por esta questão da numerologia, tenho uma colocação que fiz, há uns tempos, no meu blogue, onde chamo a atenção para um outro número oculto que está presente no nosso dia-a-dia, no qual ninguém repara: http://blackfernando.blogs.sapo.pt/celebrem-a-vontade-mas-nao-reparem-no-552 (sendo que, nessa colocação, não chamo a atenção também para qual é o número de emergência - equivalente ao 112 - no Reino Unido e outros países, quando virado ao contrário).

 

*

 

Assunto: Número 91

Ainda não sei qual é o significado deste número. Mas, de qualquer modo - depois do que ocorreu em Las Vegas - já me tinha decidido a comprar um livro de um autor que mais sabe sobre este tipo de fenómenos maçónicos (e afins) ocultos - que o Daniel Estulin acabou agora de recomendar: https://twitter.com/EstulinDaniel/status/915318768217329666

Mas, tendo agora também relido os últimos "tweets" deste último investigador, reparei no seguinte...

O festival onde decorreu o massacre chama-se "Route 91 Harvest" (https://www.facebook.com/Route91Harvest/).

"Harvest", que pode ser uma metáfora para "massacre".

 

*

 

Assunto: Número 91 explicado

A minha suspeita anterior estava errada. E, a pesquisar mais sobre este assunto - nomeadamente, sobre a personagem Aleister Crowley, que terá estado na origem da escolha dos voos nº 93 e 175 dos ataques de 11 de Setembro (https://www.reddit.com/r/conspiracy/comments/14utv0/911_was_an_occult_megaritual_the_numbers_of_the_4/) - penso que acertei agora na resposta.

Fiz há pouco uma pergunta ao investigador Daniel Estulin e ele "respondeu-me" com um "like" - que é o que ele tem repetidamente feito, quando acerto eu em perguntas que ele faz (ou respondo eu acertadamente por ele a outras pessoas, para lhe poupar o trabalho de o fazer):

https://twitter.com/BlackFerdyPT/status/915899038599401473

O uso deste número é, mais uma vez, uma referência satânica. E, a comprovar o uso de elementos satânicos, estão as imagens onde pode ser vista uma pirâmide como paisagem de fundo do local onde ocorreu o massacre: https://twitter.com/JessicaTruth333/status/915771972683829248

(Uma vez mais, para quem duvidar de que houve uma conspiração relativa também a este acontecimento: https://twitter.com/BlackFerdyPT/status/915893525618872321)

Autoria e outros dados (tags, etc)

E, mais uma vez, censurado pela Blogger

10.07.17

(É por estas e por outras é que abandonei eu tal serviço e me mudei para o SAPO...)
O seguinte, é um comentário que (foi feito de modo apressado e sem grande paciência, mas que, ainda assim) foi repetidamente censurado - [1] [2] [3] - que tentei deixar num recém-criado blogue do mesmo autor da (relativamente conhecida) conta no Twitter "Crimes of Britain", em que se propõe tal autor a denunciar o que chama o "conluio" que existe entre o governo britânico e alguns grupos terroristas a operar em países muçulmanos.
Para melhores esclarecimentos (mais cuidados e elaborados) sobre os assuntos de que a seguir falo, deixo também aqui as seguintes hiperligações - [1] [2] [3] - para colocações minhas anteriores.

 

Fernando Negro 30 June 2017 at 05:29

It's not "collusion" that we're talking about... It's "creation" and "command & control".

The name "al-Qaeda" means "the Base" - and, it comes from the computer/IT term "database" (http://www.globalresearch.ca/al-qaeda-the-database-2/24738). This supposed organization is actually just a list/"database" of Muslim fanatics who are, unknowingly, being used by Western (i.e. UK + USA) intelligence agencies - including on Western soil. And, as even the official History admits, "al-Qaeda" is a creation of the CIA.

Former MP Robin Cook called people's attention to the origin of such supposed organization (https://www.theguardian.com/uk/2005/jul/08/july7.development) a day after the 7/7 terrorist attacks, and appeared dead less than a month afterwards.

The recent change, in name, from "al-Qaeda" to "ISIS", most probably came as a result of the (at the time, increasingly) apparent contradiction, that was becoming too noticeable or obvious, that such supposed organization was actually being supported by the West (for example, in Lybia: http://www.telegraph.co.uk/news/worldnews/africaandindianocean/libya/8391632/Libya-the-West-and-al-Qaeda-on-the-same-side.html) while, at the same time, it was, supposedly, its enemy nº 1.

(And, even if you consider ISIS to be a separate organization from al-Qaeda - which is not, since that, its members are the same: http://tarpley.net/isis-same-fanatics-nato-armed-in-libya-and-syria/ - again, there are also proofs of a Western hand behind the appearance of such supposed organization: http://www.wnd.com/2014/06/officials-u-s-trained-isis-at-secret-base-in-jordan/)

Al-Qaeda/ISIS is just a tool of British and American intelligence agencies, that serves a variety of purposes. And, when it comes to terrorist attacks on Western soil, its purpose is (1) to create a pretext to invade countries in the Middle East, that are rich in natural resources, and (2) to create a pretext for a Police State in the West (in which the ruling elites, who ultimately give orders to our governments, can better control the ignorant masses).

Notice, for example, how the most important terrorist attacks on Western soil (the ones that cause more victims, and require serious planning) always happen on days or months 7, 11 and 22 (i.e. dates with Masonic numbers).

Please, take a look at the following great lecture, given in 2002, by Prof. Michel Chossudovsky, editor of the well-known "Centre for Research on Globalization" (GlobalResearch.ca), for an introduction to what I'm talking about.



And, please also take a look at the following sources, for more information about this: https://www.infowars.com/https://twitter.com/EstulinDanielhttp://www.globalresearch.ca/https://www.corbettreport.com/http://tarpley.net/http://www.voltairenet.org/enhttp://www.larouchepub.com/ + http://www.tenc.net/

With all due respect, to know what you're (really) talking about, you should first do some serious reading of the above-mentioned sources... Otherwise, you'll just write tons and tons of wrong/incorrect analysis of what's (really) going on - and you'll possibly only realize some years from now how wrong/incorrect you were about this particular subject.

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 17:32

Descubra o número oculto...

24.05.17

hidden_number.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 14:50

Dias maçónicos de ocorrência de atentados

23.03.17

(E, bem a propósito do que ontem aconteceu...)
Aqui vai uma carta electrónica que enviei, na passada semana, a algumas pessoas.
(Supondo eu que, se poderá acrescentar aos locais "perigosos" que menciono também as imediações de parlamentos - e apenas estas, pois, estando os verdadeiros mandantes destes atentados lá dentro, deverão tais parlamentos ser espaços seguros...)

 

Assunto: Dias do mês em que não convém utilizar aeroportos

Mais um (possivelmente importante) aviso que faço, este de natureza mais "esotérica".

(Independentemente de acreditarem, ou não, no que vos digo eu acerca de quem realmente está por trás destes acontecimentos...)

Se repararem nas datas em causa, irão constatar que existe claramente uma forte incidência de certos dias em que é *muito* mais provável haver (1) golpes de estado e (2) atentados terroristas, do que nos restantes dias do mês. E, são os de que falo, os dias 7, 11 e 22.

Relativamente a (1) golpes de estado, podemos observar: o "11 de Março", que ocorreu em Portugal durante o PREC; o "11 de Setembro" de 1973, que ocorreu no Chile (e pôs Pinochet no poder); ou, por exemplo, a mais conhecida Revolução Bolchevique, que (no calendário ocidental) ocorreu no dia "7 de Novembro" (7/11).

Mas, muito mais importante do que isto, é reparar nos dias em que têm ocorrido (2) os principais atentados terroristas no Ocidente:

- "11 de Setembro" nos EUA
- "7 de Julho" (7/7) foi o dia em que ocorreram os atentados nas estações de Metro e num autocarro em Londres
- "11 de Março" foi o dia em que rebentaram as bombas na estação de comboios de Madrid
- "22 de Julho" (22/7) foi o dia em que Anders Breivik matou 77 pessoas na Noruega
- "22 de Março" foi o dia em que ocorreram os ataques em Bruxelas

Enfim... Só quem não estiver a prestar atenção às datas é que pode dizer que não há aqui algo de, no mínimo, mesmo muito coincidente... E, apesar de ter havido atentados noutras datas (com preferência para os meses 7 e 11), os principais ataques parecem seguir este padrão (oculto).

E, por isso, é só para vos avisar de que,

Se acham que eu poderei ter alguma razão no que digo, evitem ao máximo passar por aeroportos (i.e. viajar) e estar junto de grandes multidões nos (maçónicos) dias 7, 11 e 22 de cada mês.

 

 

Carta esta, à qual aproveito para acrescentar um comentário que fiz, há exactamente um ano, no blogue do meu amigo Dr. Octopus, a propósito dos atentados que tinham ocorrido em Bruxelas - para que saibam as pessoas no que me estou a basear, quanto faço este tipo de ilações.

 

E, reparem na assinatura maçónica... Dia 22.

7, 11, 22 e 33 são números maçónicos*.

7 de Julho, 11 de Março, 11 de Setembro, agora 22 de Março... Só não acontece nada a um dia ou mês 33 porque estes não existem.

13 de Novembro, em Paris = "sexta-feira 13" do mês 11. Sendo que, provavelmente, a "sexta-feira 13" (de significado cristão) terá a ver com qualquer elemento e significado satânico dos "iluminados" da maçonaria. (O que parece ser corroborado pelo facto de que o ataque ao concerto da banda de [suposto] death metal ocorreu no preciso momento em que tal banda tocava uma música de culto (explícito) a Satanás.)

Coincidência ou não, a explosão que ocorreu na zona dos edifícios da União Europeia, foi às 9:11. (Uma vez mais, a combinação "9-11" do 11 de Setembro estadunidense, da linha de emergência nos EUA etc. - https://www.youtube.com/watch?v=1Kk22CeJ2WY#t=5m56s)

O número do voo do avião que iniciou os ataques de 11 de Setembro foi o "11". John F. Kennedy foi morto no dia 22/11. Etc...

---
* (O uso do 11 e múltiplos deste, toda a gente tem a obrigação de saber. Mas, para quem desconheça o uso do 7, deixo a seguinte fonte: https://web.archive.org/web/20150601090304/http://www.danielestulin.com/2011/11/16/tavistock-el-poder-de-una-imagen-i-parte/)

Autoria e outros dados (tags, etc)