Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


De um poeta, que se voluntariou em Donbass

04.09.20

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 01:21

Manifestantes contra o Estado Policial na Europa não são fascistas

30.08.20

(E, mesmo que fossem, não seria necessariamente por isso que não poderiam ter razão, ao fazer protestos desta natureza específica...)

Para não variar (pois, isto não é novidade alguma para quem participa em manifestações "anti- -sistema" e depois lê relatos que contam até mentiras incríveis e descaradas sobre o sucedido) os média de massas mentiram sobre a natureza das manifestações ontem ocorridas, na Europa, de pessoas que são contra os confinamentos obrigatórios, por causa da suposta pandemia.

(Que tenham também participado fascistas nestas manifestações, não me surpreenderá, se tal for efectivamente verdade. Mas, daí a descrever todos os manifestantes, ou a maioria destes, como fascistas... É como estar a descrever as manifestações anti-austeridade, que ocorreram há alguns anos cá, nas quais o PNR também quis marcar presença, como manifestações de fascistas.)

E, para provar tal mentira, aqui ficam dois vídeos: um sobre a manifestação ocorrida na Alemanha; e outro sobre a manifestação ocorrida no Reino Unido.

No primeiro vídeo, temos um discurso de Robert F. Kennedy Jr., conhecido crítico das vacinas e membro da muito conhecida família Kennedy, que lutou contra o Fascismo na 2ª Guerra Mundial.



E, no segundo vídeo, podem ouvir e também ver discursar Piers Corbyn, conhecido denunciador da falsidade do "aquecimento global antropogénico" e (tal como o seu irmão, Jeremy Corbyn, que até recentemente era o líder do Partido Trabalhista britânico) um conhecido socialista.



E, já agora, porque os média de massas se queixaram de tal coisa...
O uso de máscaras (seja em espaços abertos ou até mesmo em espaços fechados) é praticamente desnecessário. E, como prova de tal, têm a seguinte compilação de artigos científicos: https://vaxxter.com/wp-content/uploads/2020/07/Masks-Final.pdf

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sem comentários

04.02.20

macron_eborgnes.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 15:04

Para os entendidos

25.09.19

greta_eye.png

(Mais informação aqui.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sindicalismo de curtos horizontes nunca irá resolver as coisas

22.08.19

greve-motoristas.jpg

(Óbvia justeza de, e óbvia solidariedade que se deve ter para com, as recente e futura greves deste sindicato de camionistas à parte... Venho só chamar a atenção de que,)

O sindicalismo reformista (em oposição ao revolucionário, praticado por comunistas e anarquistas, que pretende também implementar uma alternativa política) não resolve, nem nunca irá resolver, realmente os problemas...
Pois, todas as "conquistas" feitas são sempre meramente temporárias, podendo ser retiradas quando o Povo está desatento - sendo uma boa prova disso mesmo, o enorme retrocesso que houve após a privatização da Galp, com estes camionistas hoje, em pleno século XXI, a trabalhar em condições que mais fazem lembrar o século XIX.
Para além de que, por ser este tipo de sindicalismo praticado por pessoas que não têm verdadeira consciência política, há sempre toda uma outra série de maneiras através das quais os trabalhadores poderão ser atirados de volta para a miséria, das quais estes não têm conhecimento.
Segue-se um comentário que hoje deixei a mais uma colocação da historiadora Raquel Varela sobre a anunciada nova greve dos camionistas.

 

«E aqui reside toda a questão da justiça – para que serve um Estado se não é para garantir uma sociedade de bem-estar?»

O que ainda temos, serve claramente – tal como no caso dos regimes assumidamente fascistas – para que o Grande Capital possa, através desse mesmo Estado, melhor controlar as pessoas.

Mas, no regime neofeudalista que está planeado (pelo Clube Bilderberg e afins: https://twitter.com/EstulinDaniel/status/1096448713419964416) com as multinacionais a serem os novos senhores feudais, irá o Estado ser praticamente extinto, para que fiquem as pessoas quase totalmente à mercê dos seus novos senhores feudais – o que está a ser já conseguido através da falência propositada dos Estados, causada pela contracção de dívidas que toda a gente bem informada sabe serem impagáveis.

E, quando tal acontecer efectivamente, não irá haver leis do Estado às quais os trabalhadores explorados possam mais recorrer para se defender.

Disto (e doutras coisas) anda a avisar um conhecido investigador, cujo documentário até já passou na RTP: https://www.rtp.pt/programa/tv/p34917

Mas, como este tipo de sindicalistas ocupam os seus tempos livres a ver futebol, em vez de a informarem-se sobre o que é importante – ou a pensar em alternativas políticas...

(E, que tal nacionalizar a indústria petrolífera, para acabar de vez com estes problemas?)

...Boa sorte, a estes, para tentar impedir tal de acontecer.

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 11:57

A liberdade de pensamento defendida pelo Bloco de Esquerda

22.03.19

Fotografia de ecrã de um comentário que fiz há pouco no Twitter.
(A primeira hiperligação, para a notícia de uma publicação do BE, é esta. E, a hiperligação que eu deixo no meu comentário, é <esta>.)

 

esquerda_net.png

Autoria e outros dados (tags, etc)