Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Mesmo muito previsível

10.08.19

Dada a quantidade de gente muito importante que podia esta figura denunciar - na qual se incluem os Clinton (conhecidos por deixarem um rasto de morte à sua volta) e até mesmo um membro da família real britânica...

 

Jeffrey Epstein Found Dead in Jail Cell Despite Being on 24/7 Suicide Watch

 

...não admira que já muitos estivessem à espera disto (Twitter: "how long before epstein suicided").

 

 

[Acrescentado a 15/08/2019: O seguinte vídeo também acrescenta alguma informação interessante, explicando porque razão Epstein é descrito como um agente da Mossad.]

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Uma boa prova de que o governo dos EUA possui tecnologia secreta

31.07.19

(Muito melhor do que estar a providenciar uma qualquer fonte indirecta...)
Podem, no seguinte vídeo, ouvir um próprio ex-agente da CIA a confirmar o que eu aqui já tenho repetidamente dito ou insinuado, de que a tecnologia que o governo estadunidense possui está sempre décadas à frente do que é do conhecimento e de uso públicos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

A portuguesa Agência Lusa a mentir sobre o conflito na Ucrânia

22.07.19

ukrap.jpg

A fazer lembrar um outro "engano" sobre esta mesma temática - e também a provar, uma vez mais, o quão mentem os média ocidentais sobre o conflito no leste da Ucrânia...
Eis que foi ontem desmentido (uma vez mais) por um órgão de comunicação russo, o que este último descreve (de modo eufemista) apenas como uma "citação errada", por parte dos média ocidentais, do que estava num relatório inicial da polícia italiana.

 

Hand grenades, rifle, crossbow & machete found in new neo-Nazi cell bust in Italy

 

(Como se, de tão ignorantes que são os jornalistas, não soubessem estes bem - e também toda a gente que sabe o mínimo sobre este conflito - de que lado é que têm lutado os fascistas...)
Têm <aqui> o exemplo da Agência Lusa a mentir sobre o sucedido.
E, têm também <aqui> uma pequena lista de sucedidos, sobre as diferentes versões do relatório policial em causa - que denuncia a cumplicidade do próprio governo italiano, em querer claramente encobrir de que lado é que lutavam estes voluntários fascistas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 06:04

A Questão Kubrick

21.07.19

[Um vídeo de James Corbett, que me faz ter agora menos dúvidas sobre o que o autor (com fontes muito privilegiadas) Daniel Estulin e o radialista Alex Jones disseram sobre Stanley Kubrick...]

 

(As fontes que foram usadas para este vídeo estão disponíveis aqui.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 00:32

OTAN com (muita) dificuldade no recrutamento em Portugal

20.07.19

Chefe das Forças Armadas diz que a situação “é insustentável”

 

Como filho e neto de quem serviu nas Forças Armadas portuguesas (tendo inclusivamente ambos os meus antepassados mais recentes, na ascendência do meu cromossoma Y, sido condecorados em tal serviço) aproveito para (partilhar também, até porque sei que não sou, nem de perto, o único filho de um oficial militar que não quis ser também militar e que tem até uma impressão negativa das actuais Forças Armadas portuguesas, em particular) perguntar e dizer o seguinte:

1) De que maneira é que as Forças Armadas deste país nos protegem de invasores, quando temos uma base militar estrangeira em território nacional e já chegámos ao cúmulo de ter até uniformes de tropas portuguesas com descrições das unidades em língua estrangeira?

2) Proteger ou defender a Pátria, era o que se fazia antigamente, antes de nos termos tornado fantoches dos anglo-americanos - pois, por exemplo na Guerra do Ultramar (ou o que lhe quiserem chamar) ainda se podia justificar a mesma como sendo para defender o que era considerado território português de guerrilhas-fantoche de potências estrangeiras, que visavam o acesso aos recursos naturais de tal território. Servindo agora as presentes Forças Armadas, irónica e também traiçoeiramente, elas próprias como fantoches de uma dessas potências (os EUA, pela qual fomos parcialmente conquistados) no seguimento da mesma política de controlo de recursos naturais. (E, já o disse noutro sítio e repito aqui: "Patriota é quem defende o seu país de exércitos estrangeiros. Quem invade outros países não é patriota, é imperialista.")

3) Para além de algumas reservas de lítio significativas, Portugal não tem recursos naturais de interesse (o pouco petróleo que temos fica a dezenas de quilómetros da costa). E, como tal, ninguém quer invadir um (atraso de) país destes - e, com isso, estar a contrair uma dívida externa que é impagável. E, a melhor prova de que este é um país que não interessa a ninguém, está na quantidade de nativos que o têm abandonado nos últimos anos (um exemplo, dos enfermeiros).

4) Se fosse alguma vez instituído novamente o serviço militar obrigatório neste país, enquanto fizer o último parte da (agora ofensiva) OTAN e perseguir políticas (imperialistas) de ataques a países que não representam qualquer perigo para o nosso, prefiro ser FUZILADO a servir nas Forças Armadas da OTAN (que é do que estamos realmente a falar - pois, é praticamente apenas como dependência desta organização, essencialmente estadunidense, que as actuais Forças Armadas têm utilidade).

5) (Baixos salários e más condições de trabalho, que levam muitas pessoas a sair, à parte...) Enquanto não começarem a controlar o acesso à informação na Internet, esta tendência, de não querer ninguém servir nas Forças Armadas da OTAN, só irá aumentar. Visto que, com o muito maior acesso à informação alternativa, proporcionado pela Internet, já sabe muita gente das verdadeiras razões para as várias guerras da OTAN. Tendo sido até depois de ter visto, com os meus próprios olhos, (em 1999?) o famoso "Anexo B" do pretendido Acordo de Rambouillet, disponível na sua totalidade na Internet, que me dei conta da verdadeira natureza (assassina e ofensiva) da OTAN, que mata sem necessidade, para satisfazer propósitos ocultos.

E, depois de dito tudo isto...

Aproveito para desejar QUE SE AFUNDE A OTAN, na sua falta de efectivos - sentida, aliás, também já noutros países da Europa. (Aproveitando também para repetir que, nem na melhor das minhas condições físicas, contassem alguma vez comigo.) Pois, se é para ser:

(a) "carne para canhão" de políticos corruptos, ao serviço do Grande Capital (ver o muito explícito exemplo das multinacionais que retomaram a exploração dos campos petrolíferos da Líbia);
(b) protector de campos de cultivo do ópio (no Afeganistão) e criador de rotas do tráfico de droga;
(c) ou, ainda pior, responsável pelo cerco militar do quase único país decente da Europa (a Rússia, que nunca se rendeu à Nova Ordem Mundial) tendo como consequência, cada vez mais provável, uma Guerra Nuclear que irá resultar na destruição física do Ocidente (causando a morte de quase todos aqueles que supostamente estariam a defender tais Forças Armadas)

...Não, obrigado.

No dia em que quiserem expulsar os EUA da ilha Terceira e deixaram de ser vassalos da (imperialista) OTAN, contudo, podem contar com a minha ajuda.

E, já agora...

VIVA O BRAVO E PATRIOTA POVO RUSSO QUE CONTINUA A RESISTIR EM DONBASS!

(No que toda a gente bem informada sabe ser uma guerra encoberta da OTAN.)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Entrevista traduzida a um militar português sobre a "Aginter Press"

10.07.19

aginter.png

 

Enunciando melhor o que tentava eu dizer numa colocação própria que fiz sobre o assunto, quando falava da quase confirmação de quem esteve realmente por trás da morte de Amílcar Cabral, temos o seguinte excerto...

 

«At the time, a principal concern in western strategic thinking was the need to counter nascent national liberation movements in Africa and Asia in such a way that while it might not be possible to prevent the emergence into sovereign statehood of the old colonies and dependencies it should be possible to keep them within the western “sphere of influence” by securing the eclipse or demise of the more virulently nationalist or socialist leaders and their replacement by “friends of the west,”»

 

...da introdução a uma entrevista, traduzida do italiano para a lingua franca dos tempos modernos, que pode ser lida na seguinte hiperligação.

 

Aginter Press and the Strategy of Tension

 

Também, (e, já agora, visto que a anterior hiperligação é de um sítio anarquista) quem quiser saber mais sobre o que é talvez o principal tema secundário sobre o qual interroga o entrevistador, de como foi (e, diga-se de passagem, ainda é) usada a conhecida "Estratégia da Tensão" em Itália para demonizar esquerdistas e anarquistas, tem o seguinte bom artigo sobre o assunto, escrito pela melhor fonte pública de todas, quando toca à temática de serviços secretos e de outras façanhas sujas de pessoas que, no Ocidente, fazem quase tudo de modo escondido.

 

Strategy of Tension: The Case of Italy

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 00:05

Ainda sobre a SIDA (e, por extensão, também sobre outros vírus)

09.07.19

epi_pan_demics.png

[Um comentário que deixei, há pouco, em resposta a um outro comentário que falava sobre o conhecido princípio farmacêutico de que "curar doentes é mau para o negócio", que vieram a propósito de uma notícia sobre uma possível cura para a SIDA. Comentário este, que serve de acrescento (e vice-versa) a uma outra colocação anterior que aqui fiz.]

 

Quem pense que tal cura efectiva não exista já – e, há muito tempo – pergunte à mulher do muito rico “Magic” Johnson, o que queria ela (verdadeiramente) dizer quando, numa entrevista, disse uma vez que o seu marido estava “curado”...

Sobre este vírus,

1) Passando ao lado do benefício económico... Há um muito mais importante benefício social: que é o de terem as elites governantes populações subordinadas doentes – e, consequentemente, (física e economicamente) fracas, para o caso de quererem as últimas alguma vez lutar socialmente contra as primeiras.

2) O vírus da SIDA é conhecido por (misteriosamente ou não) ter uma taxa de infecção *muitíssimo* maior entre pessoas que vivem em África – que, coincidência ou não, habitam os países que se querem mais subdesenvolvidos, para não consumirem os seus recursos naturais, que se querem antes importados para o Ocidente (informem-se sobre o documento NSSM200 de H. Kissinger). E, observando a enormíssima quantidade de gente que morre por causa deste vírus em África...

3) Também, há quem, analisando a genética do vírus da SIDA, avance como explicação mais provável, para a origem do mesmo, este ter sido uma criação de laboratório (notícia do Sunday Express de 1986 “AIDS ‘Made in Lab’ Shock”, revista Executive Intelligence Review, entre outros).

4) Ora, juntando os pontos anteriores – e falando em termos hipotéticos... Quisessem vocês espalhar um vírus à vossa volta, não o fariam só em caso de terem já uma cura para o mesmo, pensando na hipótese deste atingir acidentalmente alguma pessoa do vosso grupo?

Por tudo isto...

Mesmo que venha a ser disponibilizada uma cura para a SIDA, não contem com a mesma ser providenciada às populações pobres em África (da mesma maneira que se faz tal coisa para os tratamentos do Ébola) e, quando começarem os cortes a sério no SNS, não contem com que venha esta cura a ser distribuída por entre pessoas reformadas, que já não tenham utilidade para as elites. (Oiçam o Bill Gates sobre os chamados “Death Panels”.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sem comentários

28.06.19

jornais.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 06:27

Coincidências

25.06.19

O banco público Caixa Geral de Depósitos (o mesmo que faz o favor de contrair os prejuízos de accionistas privados de bancos, para livrar os pobres últimos de falências pessoais - ao mesmo tempo que cumpre, deste modo, o objectivo de falir o Estado) que tem uma pirâmide à porta da sua sede nacional...

cgd_piramide.jpg

...acaba de estabelecer o valor de "€6.666" como a fasquia só acima da qual os seus depositantes poderão receber juros, relativos a dinheiro que tenham parado em contas deste banco.

(Ora, sabida que é, por muitos, a forte ligação da sociedade dos Illuminati ao sector da Finança, obviamente que tudo isto se tratará de mera coincidência...)

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 18:36