Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Dias maçónicos de ocorrência de atentados

23.03.17

(E, bem a propósito do que ontem aconteceu...)
Aqui vai uma carta electrónica que enviei, na passada semana, a algumas pessoas.
(Supondo eu que, se poderá acrescentar aos locais "perigosos" que menciono também as imediações de parlamentos - e apenas estas, pois, estando os verdadeiros mandantes destes atentados lá dentro, deverão tais parlamentos ser espaços seguros...)

 

Assunto: Dias do mês em que não convém utilizar aeroportos

Mais um (possivelmente importante) aviso que faço, este de natureza mais "esotérica".

(Independentemente de acreditarem, ou não, no que vos digo eu acerca de quem realmente está por trás destes acontecimentos...)

Se repararem nas datas em causa, irão constatar que existe claramente uma forte incidência de certos dias em que é *muito* mais provável haver (1) golpes de estado e (2) atentados terroristas, do que nos restantes dias do mês. E, são os de que falo, os dias 7, 11 e 22.

Relativamente a (1) golpes de estado, podemos observar: o "11 de Março", que ocorreu em Portugal durante o PREC; o "11 de Setembro" de 1973, que ocorreu no Chile (e pôs Pinochet no poder); ou, por exemplo, a mais conhecida Revolução Bolchevique, que (no calendário ocidental) ocorreu no dia "7 de Novembro" (7/11).

Mas, muito mais importante do que isto, é reparar nos dias em que têm ocorrido (2) os principais atentados terroristas no Ocidente:

- "11 de Setembro" nos EUA
- "7 de Julho" (7/7) foi o dia em que ocorreram os atentados nas estações de Metro e num autocarro em Londres
- "11 de Março" foi o dia em que rebentaram as bombas na estação de comboios de Madrid
- "22 de Julho" (22/7) foi o dia em que Anders Breivik matou 77 pessoas na Noruega
- "22 de Março" foi o dia em que ocorreram os ataques em Bruxelas

Enfim... Só quem não estiver a prestar atenção às datas é que pode dizer que não há aqui algo de, no mínimo, mesmo muito coincidente... E, apesar de ter havido atentados noutras datas (com preferência para os meses 7 e 11), os principais ataques parecem seguir este padrão (oculto).

E, por isso, é só para vos avisar de que,

Se acham que eu poderei ter alguma razão no que digo, evitem ao máximo passar por aeroportos (i.e. viajar) e estar junto de grandes multidões nos (maçónicos) dias 7, 11 e 22 de cada mês.

 

 

Carta esta, à qual aproveito para acrescentar um comentário que fiz, há exactamente um ano, no blogue do meu amigo Dr. Octopus, a propósito dos atentados que tinham ocorrido em Bruxelas - para que saibam as pessoas no que me estou a basear, quanto faço este tipo de ilações.

 

E, reparem na assinatura maçónica... Dia 22.

7, 11, 22 e 33 são números maçónicos*.

7 de Julho, 11 de Março, 11 de Setembro, agora 22 de Março... Só não acontece nada a um dia ou mês 33 porque estes não existem.

13 de Novembro, em Paris = "sexta-feira 13" do mês 11. Sendo que, provavelmente, a "sexta-feira 13" (de significado cristão) terá a ver com qualquer elemento e significado satânico dos "iluminados" da maçonaria. (O que parece ser corroborado pelo facto de que o ataque ao concerto da banda de [suposto] death metal ocorreu no preciso momento em que tal banda tocava uma música de culto (explícito) a Satanás.)

Coincidência ou não, a explosão que ocorreu na zona dos edifícios da União Europeia, foi às 9:11. (Uma vez mais, a combinação "9-11" do 11 de Setembro estadunidense, da linha de emergência nos EUA etc. - https://www.youtube.com/watch?v=1Kk22CeJ2WY#t=5m56s)

O número do voo do avião que iniciou os ataques de 11 de Setembro foi o "11". John F. Kennedy foi morto no dia 22/11. Etc...

---
* (O uso do 11 e múltiplos deste, toda a gente tem a obrigação de saber. Mas, para quem desconheça o uso do 7, deixo a seguinte fonte: https://web.archive.org/web/20150601090304/http://www.danielestulin.com/2011/11/16/tavistock-el-poder-de-una-imagen-i-parte/)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Primeiro sério questionamento sobre a origem do ideal anarquista

03.12.16

proudhon.jpg

Tal como eu aqui disse anteriormente, ainda que possa o ideal anarquista ter sido um criação da NOM, isso não o invalida necessariamente como forma de organização - pelo menos, para algumas das situações (como a muito boa do sindicalismo). E, ainda que venha eu a ter alguma certeza em relação a isto, no mínimo é este um ideal que, pelas suas bases ideológicas, constitui uma muito boa "escola" (pela qual todos deviam passar) no que toca ao constante questionar da autoridade - e desobediência à mesma, sempre que tal se mostre necessário ou se justifique.
Mas, como ainda não posso ter certezas em relação a isto, aqui fica esta colocação sob a forma de mera suspeita...
Os textos que a seguir publico, são dois comentários que fiz, há dois dias, a uma colocação no sítio do jornalista James Corbett, que simpatiza com o dito "anarco-capitalismo". E, o livro (interessante de se ler, por ser nele revelada parte da verdadeira natureza de Karl Marx) que menciono no meu primeiro comentário (como prova da amizade que existia entre o fundador do Marxismo e dois dos "pais fundadores" do Anarquismo) está traduzido para português, sob o título Jenny - A Mulher de Karl Marx, e foi publicado pela editora "Livros do Brasil".

 


Serious warning(s) to James Corbett, and everyone else:

1) The “anarcho-capitalist” branch (or supposed branch) of Anarchism is almost certainly a creation of the NWO. And, the so-called “anarcho-capitalists” repeatedly censor people who denounce it on their websites – like when I made the following comment: http://blackfernando.blogs.sapo.pt/os-anarco-capitalistas-tambem-nao-sao-45837

2) Everyone that seriously researches the NWO conspiracy and the true origins of the Communist ideology (http://forum.prisonplanet.com/index.php?topic=43336.0), comes to the conclusion that Karl Marx was most likely an agent of the British Empire (a.k.a. New World Order). And, if you don’t believe me, listen to what Webster Tarpley (https://www.youtube.com/watch?v=H4MahRKtM5s) and also Daniel Estulin (https://www.youtube.com/watch?v=8VbI-t-HUuA) have to say about it.

3) Mikhail Bakunin has been denounced by Daniel Estulin as a British/NWO agent, in his series of documentaries on the Spanish version of RT (https://www.youtube.com/watch?v=8VbI-t-HUuA).

4) Pierre-Joseph Proudhon was a personal (close) friend of Karl Marx and also Mikhail Bakunin (https://www.amazon.fr/gp/product/2221068084). And, his “questioning” of private property came at about the same time as Marx’s and Bakunin’s calls to abolish it.

Connect all the previous dots, and you might start getting a picture on what the true origins of the Anarchist ideology/ideal most probably are…

 


And, as an addendum (and, still as a serious warning that I make),

Concerning only the “anarcho-capitalist” branch (that I see that you, James Corbett, seem to be a fan of – and, that several of the people that you have interviewed are also promoters of)…

I have had someone high up in the LaRouche Movement (who are, by far, the best informed people there are about this whole NWO conspiracy) tell me, in a conversation, that the Libertarian Movement (obviously, the Austrian School/von Mises type of libertarianism – and, not the USA Founding Fathers’ type) is a creation of the British Empire.

But, again, if you don’t believe me, you can all listen to the same Webster Tarpley interview that I linked to in my previous comment, where he also talks about this exact same “synthetic ideology”: https://www.youtube.com/watch?v=H4MahRKtM5s

(And, what this all comes down to, is that: when you’re promoting “anarcho- -capitalism”, in the kind of planned economy capitalist society that we nowadays have – dominated and run by the Bilderbergers and the likes – you’re actually promoting the same type of neo-feudalist society that is the end goal of the NWO…)

Autoria e outros dados (tags, etc)

George W. Bush a festejar o novo "7 de Julho"

13.07.16



O homem da "Skull & Bones" que presidia os EUA aquando dos atentados de 11/9, apanhado a festejar durante a cerimónia fúnebre dos polícias que recentemente foram massacrados em Dallas, na maçónica/"iluminada" data de 7/7 e no que quase certamente terá sido mais uma operação governamental, com vista a demonizar a posse de armas e a criar divisões raciais nos EUA.
(Mais, sobre a importância das datas em que ocorrem este tipo de atentados, aqui e aqui.)

[Acrescentado a 23/07/2016: E, reparem na data em que ocorreu o tiroteio em Munique, ainda no decorrer deste mês... "22 de Julho" (ou seja, 22/7). O mesmo dia exacto dos atentados na Noruega que, há cinco anos, mataram 77 pessoas. Mais uma vez, espreitem <esta> hiperligação. As assinaturas estão à vista de todos. E só não as vê quem é ignorante nestes assuntos.]

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 15:47

Para quem duvidar que a penúltima série de atentados terroristas em França foi obra de sociedades secretas...

13.01.16

(Já não falando sobre tudo o que de muito estranho e suspeito faz parte da história destes ataques - sobre o qual não irei falar, por falta de paciência, mas que poderão ler sobre noutros sítios...)

Ora aí está, escarrapachado na capa da edição especial do Charlie Hebdo - lançada este mês, para comemorar os atentados - a assinatura/símbolo da muito importante sociedade secreta que sabem as pessoas melhor informadas que, não só ainda está activa, como é uma das envolvidas em todas estas manobras de poder que visam destruir a qualidade de vida e retirar os direitos de todos os cidadãos da Europa e restante mundo.

 

charliehebdo.jpg


(Quem quiser ver um paralelo histórico a este ocorrência, que espreite uma outra obra resultante também de um acto "revolucionário", que permitiu que mais tarde se espalhasse o terror e o medo entre quem era contra o poder estabelecido neste estado europeu - acto revolucionário esse, que foi confirmadamente obra desta sociedade secreta.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Porque não precisamos de professores para nada

06.01.16

DumbingUsDown_Gatto.jpg(Uma explicação por mim dada, a alguém que é também capaz de observar os resultados do processo de estupidificação a que são sujeitos todos os que são forçados a submeter-se ao sistema de ensino que temos, misturada com uma algo interessante história familiar, nos primeiros comentários a uma colocação muito bem escrita, que encontrei nos blogues aqui da SAPO...)

http://zibaldone.blogs.sapo.pt/a-pior-juventude-33241

(Recomenda-se a leitura do muito revelador e também muito vendido livro que é exibido no lado direito desta colocação.) --------------------->

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 11:09

Para quem duvidar que esta gente usa "piadas internas"

31.12.15

http_451.pngSejam, no mundo dos média, promoções que são feitas a um canal de propaganda noticiosa com a voz do Darth Vader, introduções a telejornais de um canal de televisão português com referências a "explosões secundárias", a existência de blogues com nomes como "Brave The World", um filme, relativo a uma conhecida série de atentados de bandeira falsa, onde podemos ver cartazes com a palavra "Illuminati" escrita nos mesmos (quando não são conhecidos no mundo real tais cartazes da mesma marca) ou álbuns que são editados por uma editora chamada "Roc-A-Fella Records"... São várias as mesmo muito estranhas escolhas de palavras e referências que são feitas, ao ponto de deixar qualquer pessoa bem informada com mesmo muitas suspeitas...

Ora, passando para o mundo dos computadores que todos usamos, o mesmo tipo de ocorrências muito suspeitas mantém-se... Seja na primeira escolha do nome "Longhorn" para uma versão do sistema operativo de computadores de secretária que a maior parte das pessoas ainda usa e do nome "Ubuntu" para aquela que é imensamente promovida, pelos média de massas, como a melhor alternativa ao anterior ou seja na escolha de termos como "Android""Cyanogen" para nomes do sistema operativo de smartphones que a maior parte das pessoas usa, a existência de palavras que nos fazem levantar as sobrancelhas é um facto que permanece deveras observável.

Somado a isto, temos agora a escolha do <número 451> (espreitar o nome desta novela) para um erro resultante da censura de uma página na Internet.

E, eu não sei o que pensam outras pessoas que sejam ignorantes... Mas, no meu caso pessoal, deixa, com isto (e tal como no caso da forte presença de triângulos e afins em logotipos de empresas) de haver alguma dúvida sobre se se tratam ou não todas estas ocorrências de meras coincidências - passando antes a ser a minha mesmo muito forte convicção de que há, de facto, quem tenha um sentido de humor mesmo muito macabro, entre quem gere os vários orgãos corporativos, estatais e internacionais, responsáveis por este tipo de decisões.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Jean Charles

11.07.15

Duas cenas tiradas do filme anglo-brasileiro, de 2009, Jean Charles.



A única referência que encontrei a algo semelhante ao que aparece escrito nos cartazes, foram produtos da "Alfaparf" que são descritos como "illuminating"... (Ficando uma pessoa na dúvida sobre se terá sido este um propositado corte do termo(?) em jeito de "piada interna"(?) num filme que retrata um episódio que surge como consequência de mais uma obra de sociedades secretas.)
Curiosamente, o local onde aparecem tais cartazes é, no argumento deste filme, o local onde têm origem uma série de problemas que acabam por obrigar De Menezes a mudar de emprego e a alterar a sua rotina - acabando este por morrer, quando apanhava um transporte que, caso não tivesse acontecido algo que alterasse a sua vida, talvez não tivesse apanhado àquela hora e naquelas circunstâncias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 21:42

Os melhores livros sobre a Maçonaria e os Illuminati

12.03.15

(No seguimento de um comentário que hoje deixei noutro sítio na Internet - e, repetindo aqui duas recomendações que o Daniel Estulin fez, no passado, no seu blogue - deixo aqui as dicas de quais são (1) o melhor livro sobre a Maçonaria e (2) o melhor livro sobre os Illuminati, de que tenho eu conhecimento.)

(1) Quem se quiser informar sobre a origem e também um pouco sobre a história da mais conhecida sociedade secreta (ou, talvez, semi-secreta) que existe, no Ocidente, tem o livro Born in Blood: The Lost Secrets of Freemasonry, do historiador John J. Robinson.

 

borninblood.jpg


(2) E, quem quiser ler o melhor livro, até agora escrito, sobre a sociedade secreta sobre a qual mais desinformação eu alguma vez vi(!), pode encomendar a obra Perfectibilists: The 18th Century Bavarian Order of the Illuminati, escrita por Terry Melanson.

 

perfectibilists.jpg


Sendo que a Maçonaria, em si, é hoje em dia pouco mais do que um instrumento dos "iluminados", se quiserem aprofundar o vosso conhecimento sobre este aparato secreto, é nos Illuminati que recomendo que se concentrem.
E, para isso, têm, se quiserem, indicações de mais bons livros <aqui>.
Boas leituras.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O movimento "Podemos" é uma criação da Maçonaria

02.03.15

A confirmação de que este movimento partidário espanhol se trata de mais um movimento controlado, feita pelo credível investigador Daniel Estulin. (Tirada daqui.)



O de que estou certo (ou, se quiserem, fortemente suspeito) é que os amigos gregosportugueses deste falso movimento "Podemos", mais do que pertencerem à Maçonaria, pertencem também à parte "iluminada" da mesma...
Mas isso, a ver vamos se algum dia este conceituado investigador denuncia. (Pois, cheguei a pensar que não entrasse ele neste tipo de denúncias, por serem demasiado esotéricas, para a massa ignorante, mas, o que é certo, é que entrou mesmo...)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Livrai-nos deste mal

29.01.15

partidoiluminado.jpg

 

E, deparadas com um enorme descréscimo nas intenções de voto na sua farsa de partido, o que fazem as pessoas que mexem os cordelinhos do dito "Bloco de Esquerda", para tentar resolver esta situação?...
Ora, criam uma nova farsa de partido. (Através de um suposto "independente" que - oh, que coincidência - tem as mesmas intenções de se "aproximar" ao PS e de criar uma união composta por toda a falsa esquerda, em Portugal...)
Desta vez, o nome do embuste é "Partido Livre". O qual, felizmente, não conseguiu (ainda) eleger nenhum deputado.
E, falando de aspirantes a deputados...
Que Rui Tavares é esse, cabeça de lista deste partido nas últimas eleições europeias, que é todo pró-UE e que é um historiador especializado na História do século XVIII?
Século XVIII. Hmm... Ó Rui Tavares: E que tal contares, a quem quer em ti votar, que sociedade secreta é essa, de natureza política, que foi formada e posteriormente descoberta no século cuja história tu conheces melhor do que muita gente (alienada, que queres que em ti vote) - e que muito falada foi no início do século seguinte? E, já agora, que tal explicares ao teu possível eleitorado as (que são muito importantes) relação e coincidência que existem entre os objectivos de tal sociedade secreta política e aqueles que afirmas tu, e os teus "ex-"companheiros de partido político, serem também os seus objectivos?

Autoria e outros dados (tags, etc)