Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Definitivamente, a RT já não é o que era...

12.11.17

rt_london.png

[Duas cartas electrónicas que, há poucos dias, enviei a um amigo meu que vive em França, depois de me ter ele enviado uma hiperligação para uma discussão no fórum "reddit", sobre a publicidade que a RT faz no Metro de Londres.]

 

Assunto: Publicité de Russia Today dans le métro de Londres

Deverá ser um bom avanço. Mas, infelizmente, a RT já não é o que era...

De ser uma estação de televisão verdadeiramente incómoda (http://blackfernando.blogs.sapo.pt/eua-a-perder-a-guerra-da-informacao-1588) passou a ser uma mais "moderada", que já evita os assuntos mais polémicos (http://blackfernando.blogs.sapo.pt/programa-the-truthseeker-da-rt-quase-10551).

E, para além disto, já soube de dois casos em que se calaram por causa de ameaças vindas de governos. Sendo estes (1) o facto de não entrevistarem mais o Alex Jones (que foi quem iniciou a mim e muita gente nesta temática das "conspirações") devido a uma ameaça do governo estadunidense (http://blackfernando.blogs.sapo.pt/a-razao-pela-qual-alex-jones-nao-64492) e (2) o terem-se recusado a emitir um episódio da série de documentários do Daniel Estulin, devido a uma ameaça da Presidente Kirchner, da Argentina (https://twitter.com/estulindaniel/status/568059743056609280 + https://twitter.com/EstulinDaniel/status/880483985213796352).

Para além disto, a RT cometeu o que é, para mim, o maior pecado de todos, que podem cometer os média de massas ou a classe política - que foi (começar a) mentir sobre a questão das "alterações climáticas" (https://www.rt.com/viral/398734-mummified-corpses-alps-glaciers/) depois de, no passado, ter andado a chamar a atenção para esta fraude (https://www.rt.com/news/climategate-climate-change-fake/).

O que o Daniel Estulin (que é russo) diz, é que a situação política na Rússia não é tão simples como parece. Pois, se o Putin notoriamente controla a política exterior deste país, a sua economia nacional está ainda nas mãos dos traidores/liberais que lá foram postos pelos americanos, a seguir à queda da União Soviética (sendo essa, até, a razão pela qual a economia da Rússia continua em tão mau estado, apesar do enorme potencial que o país tem). E, como tal, há ainda certos órgãos do Estado russo sob o controlo de traidores.

O Estulin (que ficou fulo com a censura de que foi alvo) diz que a RT é então um órgão que está sob o controlo dos liberais - e que terá sido por isso que ele foi censurado. Mas, eu não partilho desta opinião... Apenas, acho que a RT moderou (muito erradamente, na minha opinião) os seus critérios editoriais e está agora a seguir a linha do seu governo de alinhar também com a mentira do "aquecimento global" (http://blackfernando.blogs.sapo.pt/os-brics-nao-sao-uma-falsa-oposicao-a-85794).

De qualquer modo, a partir do momento em que apanho eu uma grande entidade a mentir sobre um assunto importante, perco a confiança na mesma. E, como tal, deixo de poder acreditar em quase qualquer coisa que dela venha. E, juntando isto ao facto de ser esta estação de televisão agora pouco diferente das restantes... Acabei por perder muito de (ou quase todo) o interesse que tinha pela mesma...

Ainda assim, há momentos que nunca irei esquecer de ter visto nos seus canais, como os seguintes:

http://blackfernando.blogs.sapo.pt/eles-bem-vao-dando-as-dicas-41496
http://blackfernando.blogs.sapo.pt/os-pedofilos-que-nos-governam-a-todos-5723

 

*

 

Assunto: Esclarecida a verdadeira natureza da RT

Até ler os seguintes tweets do Daniel Estulin, pensei que as críticas dele à RT fossem mais motivadas por rancor pessoal, por ter tal estação de televisão cancelado a série de documentários dele, que era exibida no canal em castelhano. Pois, pensei que fosse esta estação totalmente financiada pelo governo russo. Mas, parece que não é assim... E, como sempre, a melhor maneira de compreender a (verdadeira) natureza de uma fonte mediática é "seguir o dinheiro":

https://twitter.com/EstulinDaniel/status/929041502143205376
https://twitter.com/EstulinDaniel/status/927719904073039873
https://twitter.com/EstulinDaniel/status/929075770785390592

A resposta que ele acabou de me dar a algo de muito estranho em que eu já tinha reparado, aliás, confirma que há aqui mais (e pior) censura do que eu pensava:

http://blackfernando.blogs.sapo.pt/programa-the-truthseeker-da-rt-quase-10551
https://twitter.com/EstulinDaniel/status/929124447117721600

Autoria e outros dados (tags, etc)

Programa "The Truthseeker" da RT quase que desapareceu da rede

28.09.14

Aquele que era o programa mais "sem papas na língua" da RT na sua versão em língua inglesa simplesmente desapareceu, (1) quer do sítio oficial da RT, (2) quer do seu canal oficial no YouTube (que, agora, já não me recordo se era o canal oficial da RT, ou se era um canal próprio que este programa tinha, à semelhança de outros programas emitidos por esta estação de televisão).
E, os vídeos de tal programa só podem agora ser encontrados nos canais de outras pessoas no YouTube, que publicaram cópias dos mesmos, ou então (alguns deles) num outro canal oficial que tem a RT, no sítio francês Dailymotion.com.

  1. Se procurarem no arquivo de programas antigos da página oficial da RT, não irão ver nenhuma referência a este programa. (E isto, apesar de vários - e acho, até, que todos os outros(?) - programas, que também já não são emitidos por esta estação - e vários deles de qualidade claramente inferior a este - estarem lá todos arquivados.) E, se experimentarem fazer uma pesquisa por "truthseeker" na página da RT e clicarem nas hiperligações correspondentes às subpáginas onde está tal programa arquivado, são antes simplesmente enviados para a página inicial desta estação de televisão.
  2. Se clicarem em duas hiperligações diferentes, para dois vídeos de edições deste programa, que eu tinha referido neste meu blogue - [1] [2] - aparece agora um aviso de que tais vídeos são "privados" (o que já era o caso para um deles, sobre o 11 de Setembro, mas em que, ainda assim, quem tivesse a hiperligação correspondente conseguia ver tal vídeo, sem problemas). E, mesmo que uma pessoa entre na sua conta no YouTube (tal como exigem outros vídeos mais restritos, para poderem ser vistos) ainda assim, não é permitido a um utilizador comum ver tais vídeos.

Ou seja, os principais (e que constituíam a maior parte do que são) arquivos oficiais deste programa, estão agora simplesmente escondidos do comum utilizador de Internet.
O que é mesmo muito estranho - e, ainda mais, quando se tratava este, claramente, do mais "incómodo" programa que a RT emitia.
Ora, sabendo o que ficamos a saber, depois de ver o vídeo correspondente à minha anterior colocação... Surgem, naturalmente, algumas perguntas:

  • Terá sido isto o resultado de pressão, nos bastidores, por parte de agentes exteriores a este canal de televisão?
  • Terá sido este um caso de autocensura, por parte da RT, para não se "esticar" demasiado (tal como, aparentemente, foi o caso com o vídeo da edição deste programa relativa ao aniversário dos ataques de 11 de Setembro - que não aparecia em resultados do motor de busca do YouTube e que, só quem tinha a hiperligação para o mesmo, podia ver tal vídeo "privado")?

Qualquer que tenha sido a razão para isto, o que é certo é que, se não vi eu todas as edições deste programa, agora, é que vou definitivamente vê-las! (Pois, se é algo de muito revelador e que foi escondido, então, é porque tem informação mesmo muito importante, que merece ser vista...)
E, sobre este programa, em particular...
A quem nunca o viu, posso dizer que era, simplesmente, um dos melhores que este canal emitia - na sua versão em língua inglesa - no aspecto em que, era um dos programas que mais importantes e mais "sensíveis" informações revelava. E, posso também dizer que, por não ser este um blogue feito com o intuito de estar constantemente a republicar coisas oriundas das fontes que já recomendo, é que não fiz eu referência a mais do que duas edições deste programa. (Pois, todas as que pude ver, eram simplesmente excelentes.)
Mas/e, já que foram então apenas duas edições que eu aqui referi, anteriormente (uma que aqui embebi, numa colocação, e outra para a qual apenas deixei uma hiperligação) aqui vão (já agora e para quem não as tenha visto, na altura) essas mesmas duas edições, outra vez - que fui buscar ao canal oficial da RT no sítio Dailymotion.com e ao canal de uma outra pessoa no YouTube - para que fiquem todos a saber o quão revelador, como eu disse, este programa era.



Autoria e outros dados (tags, etc)