Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Denúncias de espionagem electrónica por parte da CIA a cidadãos estadunidenses são da autoria de funcionários da própria agência

11.03.17

[Uma edição imperdível (das tantas) do programa de rádio de Alex Jones - em que, de acordo com o alto funcionário governamental Steve Pieczenik, se denuncia que as recentes revelações de espionagem electrónica ilegal por parte da CIA a cidadãos do seu próprio país, que estão a ficar conhecidas como "Cofre 7", fazem parte da guerra interna governamental, entre nacionalistas e agentes da NOM, que se iniciou após a vitória de Donald Trump nas últimas eleições presidenciais.]

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 01:23

iTunes começou a censurar (/interferir com) a imprensa alternativa

07.02.17

Depois de, em Novembro último, ter sido temporariamente retirada da loja de aplicações da Apple a aplicação do sítio na Internet "Breitbart News" (cujo fundador caiu morto no meio da rua, quando se preparava para revelar um vídeo que iria arrasar com a Administração Obama), eis que, na semana passada, muita gente se queixou de que a mais recente edição do conhecido programa de rádio "The Joe Rogan Experience" (que se distinguiu das outras por ter sido nela entrevistado Alex Jones e ter o último falado sobre o escândalo de pedofilia "Pizzagate") não apareceu, durante muito tempo, na lista de programas carregados para a respectiva conta no iTunes.
Podem ver <aqui> uma confirmação deste sucedido, feita pelo anfitrião de tal programa de rádio. E, podem também ver, no seguinte vídeo, uma constatação de que, no mínimo, algo de mesmo "muito estranho" se passa com a respectiva conta no iTunes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 00:59

Amazon começou a rotular certos livros "Teorias da Conspiração"

17.01.17

Depois da recente (e ainda decorrente) ofensiva contra a imprensa alternativa, sob a forma de uma campanha que visa difamar a última rotulando-a como emissora de "notícias falsas", eis que - no decorrer de umas colocações que fiz no Twitter - quando fui ao sítio da Amazon saber como se soletrava o nome de um autor, me deparei com o seguinte - um acrescento agora feito pela Amazon ao título de um livro.

 

(Cliquem na imagem para a ampliar.)

Screenshot - 17-01-2017 - 05:29:46.png

 

Relativamente ao qual aproveito para fazer uma pergunta retórica, aos média de massas e seus (verdadeiros) amos: Se estes sítios e autores emitem notícias falsas e escrevem livros com meras "teorias da conspiração" - e estão vocês, claramente, incomodados com os mesmos, ao ponto de fazerem uma campanha contra estes - se são nomes de organizações e indivíduos muito específicos os que são mencionados por estes, se há mesmo muita gente a prestar atenção aos últimos e se são graves as acusações que estes fazem, porque razão não tomam vocês a muito mais democrática atitude de processar judicialmente tais responsáveis? (Será que é porque têm medo do resultado de acções desse tipo?)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Primeira entrevista histórica de Alex Jones a Donald Trump

21.11.16



Feita há um ano, quando Donald Trump era ainda um mero pré-candidato republicano. E, falo em primeira, porque uma outra poderá estar para breve.
Poucos dias antes desta entrevista, Trump publicou um tweet no qual incluiu uma hiperligação para o sítio Infowars.com - e, após ter ganho as eleições, Trump telefonou ainda a Alex Jones a agradecer todo o enorme apoio que este radialista deu à sua campanha.

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 03:19

Já ninguém pára o Infowars.com

21.07.16

HillaryPrison_TVI.png

(Fotografia de ecrã de uma reportagem que foi exibida pela portuguesa TVI, há 3 dias, a propósito da Convenção Republicana estadunidense que hoje termina, onde Donald Trump foi confirmado como o candidato presidencial do partido.)

 

E, com isto, regresso às minhas "férias literárias", depois de uma interrupção apenas para fazer algumas colocações pertinentes...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Bilderberg 2015

12.06.15

(Têm aqui uma página que faz a colecção das mais importantes notícias sobre, e também referências a, esta reunião e têm aqui uma interessante notícia, relativa à participação de uma figura portuguesa neste clube.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

1 maneira mais de topar um falso jornalista alternativo (/activista)

30.12.14

Para além da atenção que sempre se deve ter à chamada linguagem corporal, às fontes de financiamento dos vários órgãos de imprensa alternativa, ao currículo de quem deles faça parte e, acima de tudo, ao conteúdo produzido por tais média que possa parecer "estranho"...
Para quem não prime pela sensibilidade, há mais uma maneira (muito simples) de nos apercebermos que estamos perante alguém que não é o que nos quer convencer que é.
Que é, simplesmente, analisar bem o que dizem as pessoas envolvidas em tais supostos projectos alternativos e procurar por contradições e inconsistências no que elas dizem. Pois, quando é de uma pessoa falsa ou de um mentiroso que se trata, mais tarde ou mais cedo, deverá tal pessoa dizer algo que a denuncia.

E, passo a dar dois exemplos, em que se pode facilmente constatar isso mesmo.

 

jackblood-markdice.jpg

 

Primeiro exemplo

O sujeito que aparece no lado direito da fotografia acima colocada, é um "activista" e suposto jornalista que: passa o tempo a gozar com pessoas ignorantes; é promovido pelos média de massas estadunidenses, incluindo o Canal de História; escreve livros a "denunciar" o que já toda a gente sabe; ridiculariza a resistência à NOM, equiparando-se a uma conhecida personagem de ficção; e defende "formas de luta" que consistem em partidas típicas de uma mentalidade adolescente.
Isto, para além de estar sempre a gozar com, e a criticar, o que de menos bom a equipa de Alex Jones possa fazer (sendo tal "activista" uma pessoa que está muito atenta a tudo o que a mencionada equipa faz, atacando sempre que vê algo de menos bom que esta possa fazer).
Neste vídeo produzido por tal sujeito, pode ele ser ouvido, enquanto desacredita uma ex-apresentadora da MTV que afirma estar a ser perseguida por uma sociedade secreta, a mentir ao dizer, ao mesmo tempo, que apenas viu os primeiros minutos (e que não foi capaz de ver mais) do suposto vídeo de denúncia que tal apresentadora publicou no YouTube e depois a falar de coisas que só menciona ela a meio e na segunda metade deste último vídeo, que tem quase 30m de duração.

Segundo exemplo

O sujeito que aparece no lado esquerdo da fotografia, é alguém que já trabalhou para a equipa de Alex Jones e que passa agora a vida a dizer mal do mesmo e da equipa do último, enquanto supostamente denuncia os "podres" da mesma (sem apresentar quaisquer provas do que diz) e cuja credibilidade pode ser atestada quando este diz, neste programa, que fumou marijuana com Alex Jones, depois de ter dito, neste programa e perante o último, que Alex Jones não fuma droga.

Conclusão

Apenas dois exemplos, da fórmula que Alex Jones descrevia, de infiltração e tentativa de sabotagem dos média alternativos, através de guerras internas e tentativas de descredibilização.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Medicamentos perigosos, hormonas na comida, vacinas

10.12.14


(Provas recentes de que a mencionada ONU usa agentes antifertilizantes em vacinas, <aqui>.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 08:21