Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Syriana

06.11.11

(Página na Wikipedia sobre o filme e uma boa palestra, dada em 2002, sobre o assunto neste retratado.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 08:24



9 comentários

Sem imagem de perfil

De A Verdade a 06.11.2011 às 14:31

WIKILEAKS DA MAÇONARIA
Maior parte dos governantes e grandes empresários do mundo
que definem o destino da humanidade fazem parte da Maçonaria,
que mantém em segredo sua verdadeira natureza e objetivos.

Quando 10 mil pessoas curtirem a página Os Segredos de Hiram, no Facebook,
120 documentos extraídos de site oficial da Maçonaria serão revelados
de modo livre e totalmente gratuito.

SEGUE O LINK DA PÁGINA ‘OS SEGREDOS DE HIRAM’, NO FACEBOOK:
http://www.facebook.com/pages/Os-Segredos-de-Hiram/192734920807546

Outros 120 documentos serão revelados quando 50 mil pessoas curtido nossa página no Facebook,
totalizando 240 documentos revelados que comprovam a relação da Maçonaria com:
- A IGREJA CATÓLICA
- ANTI-SEMITAS
- ALBERT PIKE
- ESTADOS UNIDOS
- ANJOS REBELDES
- BAPHOMET
E MUITO MAIS.

CONVIDE SEUS AMIGOS
As pessoas divulgam qualquer bobagem facilmente na internet,
então ajude a divulgar algo realmente importante.
A grande mídia não fará isto por nós, pois está nas mãos da Maçonaria.

Um grande abraço pra você!
Sem imagem de perfil

De Fada do bosque a 11.11.2011 às 20:26

Fernando
Veja também esta reportagem deste jornalista, Jonh Pilger. A Vímeo já eliminou a versão em português e a original... suspeito que esta terá o mesmo fim, mais cedo ou mais tarde... infelizmente.

http://www.youtube.com/watch?v=9K5ewqqrBXE
Um abraço
Sem imagem de perfil

De Fernando Negro a 12.11.2011 às 02:19

O John Pilger nunca me despertou interesse. Em nenhuma das descrições dos seus trabalhos vejo algo "explosivo" ou verdadeiramente nocivo para o poder estabelecido. Parece-me ser uma versão australiana e inglesa do Michael Moore.
Acho muito suspeito o facto de ter recebido muitos prémios, elogios e publicidade por parte do poder instituído. E a mim parece-me mais ser um elemento da imprensa "alternativa" controlada (http://forum.prisonplanet.com/index.php?topic=107184.0).
Sem imagem de perfil

De Fada do bosque a 15.11.2011 às 12:41

Fernando... eu já estou por tudo... Uma vez que a NWO já está consolidada, os "vazamentos" de informação até dão um certo jeito. Para mim andam todos ao mesmo, esclarecer para instigar, mas posso estar errada...
Obrigada pelo link. Esclarecedor.
Sem imagem de perfil

De Fernando Negro a 16.11.2011 às 01:30

Não, neste caso não se trata de instigar revoltas inconsequentes por parte das pessoas. Mas sim de as convencer a apoiar e a pressionar por certas reformas, que favorecem os objectivos da NOM.

Também eu costumava ler este tipo de imprensa, até ter começado a pesquisar sobre o 11/9 e ter observado que a mesma, não só não fazia o mesmo, como reagia de modo muito estranho (http://www.alternet.org/story/12536/) perante quem o fazia. E, depois de ter descoberto quem é que a financiava, tornou-se então tudo muito mais claro para mim.

O tipo de coisas que estes órgãos de comunicação revelam e que, aparentemente, são coisas que quem manda neste mundo não quereria que nós soubéssemos, são coisas que, no fundo, não revelam nada de novo ou surpreendente. São factos que não alteram as crenças fundamentais que alguém possa ter na sua ideologia, seja esta de "direita" ou de "esquerda". E acabam por ser coisas pequenas, quando comparadas com o que de muito pior se passa e que esta imprensa esconde ou tenta desacreditar. Para além disto, o tipo de análise que é feita é sempre no sentido de apoiar iniciativas, ditas de "esquerda", como resposta aos problemas apresentados.

Este tipo de imprensa é uma continuação do que eu chamo a "conspiração Illuminati" (http://paramimtantofaz.blogspot.com/2011/09/se-tens-uma-opiniao-contraria-versao.html). Que consiste, acima de tudo, em tentar avançar com medidas, ditas "de esquerda", que têm como objectivo apenas reformar o capitalismo e não substituí-lo. O objectivo final de tudo isto é ter uma sociedade que não é nem comunista, nem capitalista, mas sim uma síntese das duas ideias.

E não é só este tipo de imprensa, assumidamente "alternativa", que revela não ser tão "alternativa" quanto isso. Outras publicações houve - mais conhecidas e que são também conotadas com o campo político da "esquerda" - que lia e deixei de ler, por me ter apercebido que, afinal, pouco ou nada aprendia com estas. Falo, neste caso, do The Guardian (http://www.guardian.co.uk/world/blog/2010/jun/10/bilderberg-2010-out-of-darkness?showallcomments=true#comment-5943806) ou do The Independent (http://www.independent.co.uk/life-style/gadgets-and-tech/features/truth-and-lies-conspiracy-theories-are-running-rampant-thanks-to-modern-technology-6260128.html), que com o 11/9 e não só, também se têm revelado serem publicações controladas. E para as quais contribuem pessoas como o Robert Fisk, por exemplo, que me lembro de ler, o qual, sendo uma pessoa claramente inteligente e interessada em questões políticas, nos quer convencer que, ainda hoje, não sabe quem foram os verdadeiros autores do 11/9...
Sem imagem de perfil

De Fada do bosque a 17.11.2011 às 18:28

Sim... tenho que estar mais atenta ao que o Fernando escreve. Fui agora dar uma volta no link que deixou para o blogue do Frederico D.C. e estive a ler os comentários. Embora eu tenha colocado lá a notícia do BE, não confio mínimamente neste partido. Soube que Louçã é de longe o político mais "capitalista", mais rico, no activo em Portugal. Posso perguntar-lhe o que acha de Nigel Farage? e já agora, votei PCP.
Obrigada pela sua explicação e já divulguei a tal imprensa alternativa controlada.

Obrigadíssima
Sem imagem de perfil

De Fernando Negro a 17.11.2011 às 23:54

Boas perguntas são sempre bem-vindas.
Sobre o Nigel Farrage, não tenho muito a dizer...
É alguém que está a lutar contra a NOM e que, por ser claramente a favor da "liberdade e democracia" - como se descreve o seu grupo parlamentar europeu - vejo como "aliado" nesta luta, mas cujas opiniões e alternativas propostas não me agradam. (Economia de mercado, apoio às forças armadas etc.)
Mas as diferenças políticas são algo que não me interessa muito, neste momento. Pois creio que o imperativo, nesta altura, é a união de esforços de todos quantos são contra a NOM.
Sem imagem de perfil

De Fada do bosque a 18.11.2011 às 18:58

Obrigada Fernando... Estou nessa! ehehehehe!!!
E como diz o ditado, "fala-se do mau, apronta-se-lhe o pau" veja isto:
Nigel Farage fez há poucos dias mais um dos seus discursos arrasadores no seio da Comissão Europeia chamando incompetentes aos políticos ali sentados, incluindo Durão Barroso, chegando mesmo a dizer que queria que todos eles fossem despedidos, já que não fazem o trabalho de concertação europeia que seria de esperar. Farage criticou duramente o facto da Comissão Europeia querer governar os países da UE e estar a retirar sem lógica ou razão o poder aos próprios povos e colocar em risco as várias soberanias nacionais, facto que considera que provocará rebeliões e revoluções populares, perfeitamente evitáveis. O vídeo em: http://www.youtube.com/watch?v=nNXd0qbpln0&feature=player_embedded.
fonte: http://amafiaportuguesa.blogspot.com/2011/11/nigel-farage-critica-incompetencia-da.html
Sem imagem de perfil

De Fernando Negro a 18.11.2011 às 22:11

Eu vou estando atento às intervenções do Nigel Farrage no Parlamento Europeu. Aprecio também as críticas arrasadoras que ele faz à Comissão Europeia e aos restantes deputados alinhados com esta. E é, inclusivamente, essa a principal razão pela qual subscrevi o canal do seu partido no YouTube.

comentar colocação