Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Mudança de ritmo

20.04.13
Perante quem tenha estranhado a mudança no ritmo a que faço colocações neste blogue, venho dizer que são ainda várias as coisas que quero publicar no mesmo - antes de, quase certamente, abandonar a blogosfera.
E venho também reiterar alguma urgência em fazer as mesmas - para que o possa eu fazer antes de que a Internet comece a ser controlada numa maneira que me a faça abandonar em boa parte...
(Reparem no recente pacote de leis sobre Internet, que acabou de ser aprovado nos EUA.)
Mas, venho também dizer que: por estar eu agora envolvido num outro projecto; por ter eu operações de manutenção e instalação a realizar nos computadores cá de casa (e que, como é hábito, demoram muito tempo); dado o ritmo a que tenho feito as colocações aqui se revelar demasiado cansativo; e também dada a minha cada vez menor paciência para educar as pessoas sobre este tipo de assuntos... Irei alterar o ritmo a que farei as minhas colocações futuras, para um menos intensivo e mais aleatório, de modo a que não esgote eu, de vez, essa mesma paciência.
E, assim sendo, irei continuar com a publicação de coisas que considero importantes - ou que ache de interesse partilhar - neste blogue, mas (para o bem e para o mal) apenas consoante a minha disposição ainda o for permitindo.
A todos os que seguem esta minha humilde publicação na Internet, aproveito para, desde já, agradecer o vosso interesse e também vos dizer que tem sido esse mesmo interesse que tem mantido este blogue vivo, durante todo este tempo.
Abraços e beijos a todos os que aqui me visitam com boas intenções e que mais interesse têm demonstrado pelo que tenho a dizer e a partilhar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 00:49



5 comentários

Sem imagem de perfil

De Isabel G a 20.04.2013 às 17:39

Caro Fernando, procurei o seu e-mail aqui no blogue e como não o encontrei tomo a liberdade de lhe fazer uma pergunta através da caixa de comentários, a que o Fernando responderá apenas se quiser:

Sabe alguma coisa sobre chemtrails em Portugal?

Pedindo desculpa pelo abuso, felicito-o mais uma vez pelo excelente trabalho que tem vindo a fazer.

Grata,

Isabel G
Sem imagem de perfil

De Octopus a 20.04.2013 às 22:49

Fernando,

Eu é que agradeço todos os teus textos, e dizer-te que tenho aprendido muito contigo e me tens dado animo nas minhas convicções.

Um grande abraço
Sem imagem de perfil

De Fernando Negro a 22.04.2013 às 12:01

Olá, Isabel G.

De facto, não tenho nenhum endereço de contacto electrónico no meu perfil.

Mas, pode quem lê este blogue fazer as perguntas que quiser, nos comentários às colocações que eu faço (e com as quais não têm estes de estar, necessariamente, relacionados) que, se estiverem dentro da temática geral de que eu aqui costumo falar (e se achar eu que o merecem) eu respondo.

(Neste blogue, pratica-se a Liberdade de Expressão. E, por isso, não é "abuso" nenhum fazerem as perguntas que quiserem. Cada um é Livre de deixar aqui as mensagens que quiser. E, desde que não sejam estas indecentes, ininteligíveis ou completamente descabidas, não há qualquer problema da minha parte. Apenas, como eu disse, posso é não responder a todas.)

Sobre os chamados "chemtrails" (não sei qual será o termo equivalente em português) sei, há já 10 anos, que são um fenómeno real. E que, em certas zonas em que são observados, há quem desenvolva problemas de saúde. O que me levou, de início, a suspeitar que pudesse ser uma qualquer forma de experimentação médica que estariam a fazer nas pessoas. Mas (embora não descarte eu ainda a hipótese de que, pelo menos alguns (http://www.guardian.co.uk/politics/2002/apr/21/uk.medicalscience), o sejam) o Daniel Estulin (que é, talvez, a pessoa que conheço com melhores contactos junto de quem está envolvido em projectos secretos) disse recentemente que se trata de um projecto de investigação de âmbito militar. Em que, os metais usados para pulverizar a atmosfera são usados para testar uma qualquer nova forma de radar ou de confundir os mesmos. (Não me lembro bem... E, tentei agora procurar a explicação dele, mas não a encontro. Mas, suponho que seja algo dentro do mesmo género de coisas que começaram por fazer os Aliados, na Segunda Guerra, quando lançavam folhas de alumínio na atmosfera, para confundir os radares alemães - http://en.wikipedia.org/wiki/Chaff_(countermeasure) (http://en.wikipedia.org/wiki/Chaff_%28countermeasure%29).)

Sobre a possível manifestação deste fenómeno em Portugal, não sei absolutamente nada. (Nem nunca eu vi nada do género.)

Obrigado pelas repetidas manifestações de interesse e também pelos seus elogios. ;)
Sem imagem de perfil

De Fernando Negro a 22.04.2013 às 12:06

Olá, Dr. Octopus.

Fico, mais uma vez, agradado com o seu interesse pelo que tenho a dizer e agradeço-lhe também o ânimo que me tem dado com o seu trabalho e os seus comentários.

Um grande abraço.
Sem imagem de perfil

De Isabel G a 22.04.2013 às 18:45

Caro Fernando, fico-lhe muito grata pelas informações prestadas. Eu tenho vindo a investigar os "chemtrails" em Portugal e tenho já uma bela colecção de fotos dos nossos céus fustigados pelos rastos deixados por aviões que não são pertencentes às rotas habituais (sei-o porque vivo perto do aeroporto do Porto!) As autoridades esquivam-se a dar informações mas o "fenómeno" é bem real e tem intenções que estão a ser sonegadas ao público.

Muito obrigada!

Isabel G

comentar colocação