Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



"Leiam. Leiam enquanto podem..."

22.06.11
"Estamos (...) cerca del cierre total y absoluto de Internet."
--- Daniel Estulin, numa entrevista ontem publicada

 

(1) Comecei por dizê-lo de forma discreta, talvez em 2002 ou no início de 2003, quando comentava uma lista de hiperligações cheias de informação bombástica deixadas num sítio de notícias para o pessoal activista, (a citação, aliás, que faço de memória e que serve de título a esta colocação, foi parte do que disse)
(2) voltei a dizê-lo a meio de 2003, quando, após uma pesquisa séria de 3-4 meses de duração, gritava em choque e que nem um louco, nesse mesmo sítio de notícias, que o 11 de Setembro tinha sido um auto-atentado,
(3) disse-o em 2009, a propósito de um vídeo, num fórum de discussão para quem pesquisa mais seriamente sobre este tipo de assuntos,
(4) voltei a dizê-lo, no início deste ano, neste blogue, pouco depois de o criar,
(5) disse-o, há um mês, num comentário a uma colocação noutro blogue,
(6) comentei-o há pouco no blogue do Daniel Estulin,
(7) e irei dizê-lo uma última vez...

Leiam bem estas palavras. A continuarem a evoluir as coisas como têm evoluído até agora, a Internet, pelo menos tal como a conhecemos, tem os seus dias contados.
A única maneira de impedir isto de ocorrer de forma definitiva é haver uma qualquer Revolução(?) nos EUA e restante mundo ocidental, com vista a acabar com este e outros crescentes tipos de abuso de poder, que não irão parar até que alguém corra com tudo o que são fantoches políticos que servem os grandes interesses económicos a operar na sombra. O que, certamente, não irá ocorrer antes que uma grande confusão se instale e que a Internet seja de facto, pelo menos parcialmente, desligada.
Não sei o quão rápido ou quando é que isto irá ocorrer, mas o que vejo a acontecer no futuro próximo é os nossos governos a controlarem cada vez mais o que se passa nesta rede e, caso alguma coisa estale, a premirem um "botão de pânico" que deverá ser criado sob o pretexto de supostos ataques informáticos.
Ocorreu no Egipto, quando o poder local se sentiu ameaçado, e é minha profunda crença que irá também ocorrer no Ocidente.
As elites que querem o controlo absoluto deste planeta e cujos planos e feitos, que estas querem esconder, têm vindo a ser cada vez mais expostos nesta rede que escapa ao controlo que estas têm sobre a maior parte dos média no mundo ocidental, não irão simplesmente observar - de braços cruzados, impávidas e serenas - enquanto um cada vez maior número de pessoas acordam para, e ficam revoltadas com, o que realmente se passa neste mundo.
Disse-o também, quando expus a verdade que tinha descoberto sobre os atentados de 11 de Setembro (coincidentemente, fazem hoje exactamente 8 anos...) que qualquer pessoa, com acesso à Internet, que se queira realmente informar sobre este tipo de assuntos, pode saber a verdade sobre os mesmos, e que a consciência deste tipo de factos, por parte da população em geral, cresce a cada dia que passa... Tendo concluído o que disse a este respeito dizendo que o poder estabelecido irá acabar por tentar controlar a Internet.
Disse-o há anos e é mais uma das previsões que fiz que, ao que tudo indica, se estão a revelar correctas.
Façam arquivos, do que consideram mais importante, nos vossos computadores e preparem-se como puderem para esta, quase certa, eventualidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 20:34



10 comentários

Sem imagem de perfil

De Fada do bosque a 27.06.2011 às 20:42

Pois é... cabeças com raciocíno abstracto, existem poucas em função do que seria necessário neste Admirável Mundo Novo! Infelizmente, nós que conseguimos ver por outro prisma e quase todos os que o fazemos, vemos Aldous Huxley e Orwell como visionários, geralmente porque em muito jovens, quando o cérebro ainda se permitia a não condicionamentos e deixava a imaginação expandir-se bem como a consciência, não temos a credulidade dos outros que nos rodeiam... infelizmente é assim e infelizmente os crédulos do poder instituído irão dar por isso quando for muito tarde... aliás, já o é...
Ainda há pouco tempo ouvi na TSF, uma entrevista ao companheiro de Assenge, não sei o nome e não gostei mínimamente do que ouvi. Não é que esteve um tempão a dizer mal e a denegrir a imagem de alguém que não tinha ao lado e que não podia defender-se desses ataques?!
Disse várias vezes que Assenge era um ditador e se lhe dessem poder, seria um sanguinário...
Perguntei-me, porque já passou ao esquecimento, porque não falam as pessoas nele. Ou está protegido pelo poder, ou em maus lençóis! Entretanto este, vendeu-se literalmente e claro, deve receber bom dinheiro para continuar a enganar tudo e todos e a denegrir a imagem do antigo companheiro! E ninguém liga a estes "pormenores"...
Sem imagem de perfil

De Fada do bosque a 27.06.2011 às 20:48

Quando uma pessoa está só em casa, vê os ataques às torres gémeas em directo, pensa:- isto vai dar numa III Guerra Mundial- Entretanto vê o ataque o Pentágono e pensa:- Que diabo, ninguém a não ser os próprios americanos conseguiam fazer isto... a partir daí, tenho travado "uma batalha" sózinha.
Sem imagem de perfil

De Fada do bosque a 27.06.2011 às 21:38

Pois comentou... e em inglês, vai daí, é o meu maior Handycap. Notei que falou Neste site (http://articles.timesofindia.indiatimes.com/2011-06-22/middle-east/29688882_1_qaida-abyan-prison-riot), mas não percebi o quê... infelizmente. Acho que os espanhóis bloquearam, como eu... :)
Sem imagem de perfil

De Fernando Negro a 28.06.2011 às 14:15

Aldous Huxley e Eric Blair não eram propriamente visionários... As suas obras não são previsões feitas a partir da sua grande capacidade de antevisão. São antes descrições do que as elites têm para nós agendado. As previsões que cada um destes fazia da implementação do que, já na altura em que estes escreveram os seus livros, estava a ser planeado. O Aldous Huxley chegou até a dizer que o futuro iria ser uma mistura (http://www.youtube.com/watch?v=S7_YFKyhQMI) entre o que este dizia e o que dizia Orwell.

"O '1984' de George Orwell, apesar de retratado como ficção, foi na realidade tirado de arquivos e ficheiros guardados em locais seguros em Londres."
--- Dr. John Coleman, The Committee of 300 4th Edition

A família Huxley é uma importante família na conspiração da Nova Ordem Mundial. Tendo sido até o irmão de Aldous, Julian Huxley, um dos fundadores da WWF - uma muito importante organização por trás do falso movimento ecologista que quer destruir qualquer vestígio de progresso na sociedade.

A notícia de que falava do The Times of India é uma conhecida notíca - hiperligação actual (http://articles.timesofindia.indiatimes.com/2001-10-09/india/27243646_1_isi-link-evidence-india) - de quem está bem informado sobre a verdadeira história dos atentados de 11 de Setembro, em que é denunciado que o suposto líder dos atentados, Mohamed Atta, recebeu 100 mil dólares do chefe dos serviços secretos paquistaneses. O qual - tal como explica o conhecido investigador Michel Chossudovsky (http://blackfernando.blogspot.com/search/label/michel%20chossudovsky) - era um fantoche da CIA. E que, não só não foi preso quando isto veio a público como, na altura dos atentados, estava na capital Washington a tomar pequeno-almoço com os chefes dos comités de supervisionamento dos serviços secretos do Senado e da Câmara dos Representantes dos EUA.
Sem imagem de perfil

De Fada do bosque a 28.06.2011 às 22:17

Pois... Fernanso Negro eu quando li esses livros era adolescente e sempre me pareceram muito lógicas... Só o Triunfo dos Porcos e Regresso ao Admirável Mundo Novo é que li em adulta, mas sempre pensei que tivessem muito de "profecia". claro está que não li todos os desses autores, mas li os mais importantes, penso eu...
Quanto ao Michel Chossudovsky, acho-o um must na investigação.
Obrigada pelos links.
Sem imagem de perfil

De Fernando Negro a 30.06.2011 às 16:16

De nada.
Se quiser artigos do Michel Chossudovsky em português, pode ir espreitando a secção de artigos em português do GlobalResearch.ca (http://www.globalresearch.ca/index.php?context=otherLang&langId=4) ou o Resistir.info (http://resistir.info/).
Sem imagem de perfil

De Daniel Simões a 02.07.2011 às 13:54

Boas, Fernando.

A Fada do Bosque indicou-me este seu blogue e já o coloquei na "Escola de Blogues" lá do meu blogue.

As obras 1984 e Adm. Mundo Novo são a 2ª e 3ª obra de uma triologia de autores diferentes. Por volta de 1920 por Yevgeny Ivanovich Zamyatin, intitulada "Nós". Uma obra difícil de ser encontrada, ela é uma visão matemática sobre um sistema futuro de ditadura, em que os habitantes de uma cidade viviam isolados, sem saberem o que se passava fora dela, acreditando piamente na versão histórica de um Salvador. Com casas feitas de vidro e sem privacidade, vivia-se a máxima de Liberdade=0 <=> Criminalidade=0.

Uma ditadura disfarçada de liberdade é o que vivemos hoje.
Sem imagem de perfil

De Daniel Simões a 02.07.2011 às 13:55

Corrigindo:

"Por volta de 1920 por Yevgeny Ivanovich Zamyatin, escreveu uma obra intitulada "Nós"
Sem imagem de perfil

De Daniel Simões a 02.07.2011 às 13:56

Dentro deste tema de Liberdade=0 <=> Criminalidade=0, estude este post em meu blogue:

http://naturologiamiga.blogspot.com/2011/03/liberdade-0-criminalidade-0-e-o-sistema.html
Sem imagem de perfil

De Fernando Negro a 02.07.2011 às 17:34

Sim, já sabia da existência da novela Nós e dos pontos em comum que esta tem com a mais conhecida obra de Orwell. E a pesquisar agora sobre o tema, descobri até uma crítica (http://www.orwelltoday.com/weorwellreview.shtml) de Orwell a esta novela.
Quanto a ser difícil encontrá-la, a editora que publicou a tradução que eu tenho do 1984, tem também uma tradução (http://www.antigona.pt/catalogo/nos-47/) desta obra. Se quiser o original em inglês, existem hiperligações (http://en.wikipedia.org/wiki/We_%28novel%29#Online_works) para este na página da Wikipedia.

comentar colocação