Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



E, mais uma vez, omitem os média o que realmente se passou...

20.04.17

agenda_setting.png

[Aqui deixo mais uma carta que enviei, a algumas pessoas, sobre o surto de sarampo que ocorreu no nosso país - esta, uma que fala especificamente sobre a cobertura mediática deste acontecimento.]

 

Assunto: Jovem de 17 anos que morreu com sarampo tinha sido internada por causa de uma mononucleose

(Porque pude eu constatar que, nas várias notícias televisivas que vi sobre o sucedido, era sempre - muito convenientemente - omitido este muito importante facto, venho só informar-vos do seguinte...)

A jovem que morreu em Portugal neste surto de sarampo, não era uma mera jovem que apanhou esta doença no decorrer da sua normal actividade. O vírus do sarampo que apanhou foi contraído no Hospital, onde estava ela já internada (i.e. em estado muito grave) por causa de uma mononucleose que tinha apanhado. Mononucleose essa, que (tal como diz um médico entrevistado sobre isto: http://www.sabado.pt/portugal/detalhe/medico-jose-vera-a-questao-do-contagio-e-relativamente-irrelevante) lhe deprimiu o sistema imunitário.

Ora, se esta pessoa em idade de ter uma sistema imunitário forte morreu por causa de uma doença cuja taxa de mortalidade nos países desenvolvidos anda na ordem dos 0.2% (https://www.cdc.gov/vaccines/pubs/pinkbook/meas.html), é óbvio que, quase certamente, terá sido exactamente por ter o seu sistema imunitário enfraquecido (e não por não ter sido "vacinada" - pois, como digo, as ditas vacinas em nada ajudam a imunizar uma pessoa contra as doenças).

Todos os anos morrem também pessoas no decorrer dos surtos de gripe. E, a esmagadora maioria das pessoas que morrem, são invariavelmente pessoas idosas (http://news.nationalpost.com/news/world/the-reason-older-people-die-from-the-flu-isnt-the-virus-study-suggests-its-their-immune-response) que têm o seu sistema imunitário enfraquecido (e que, se não fosse por causa da gripe, facilmente poderiam também ter morrido por causa de uma outra doença).

E, penso que não preciso de dizer mais nada sobre isto...

(Para além de aproveitar para vos avisar de que, a mentira é apenas uma das maneiras que os meios de comunicação de massas têm de enganar as pessoas. E, um método que é muito mais usado do que esta, é a simples omissão de (muito) importantes factos, que permitem uma leitura diferente dos acontecimentos. E, se querem estar bem informados sobre o que acontece no mundo à vossa volta, o melhor é começarem a procurar por fontes de informação alternativas: http://blackfernando.blogs.sapo.pt/sitios-recomendados-68840)

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 13:24