Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



"Acabou-se a papa doce..."

14.04.17

when-economic-collapse.jpg

[Uma última(?) carta electrónica que enviei a quem me é próximo, a avisar do iminente, inevitável e horrível Colapso Económico (agora, propriamente dito) que se aproxima...]

 

Assunto: (Muito importante) Actual sistema económico não irá durar mais do que 1 ano

É a última informação que tenho daquela que é uma das melhores fontes que conheço e que mais tem acertado nas previsões que tem feito:

https://www.youtube.com/watch?v=ZjVT26Sm-EY#t=17m50s

O que tem acontecido desde o início de 2016 - com, por exemplo, milhares de pessoas a serem despedidas pelos famosos bancos suíços (incluindo também este ano: http://www.zerohedge.com/news/2017-02-14/credit-suisse-announces-another-6500-layoffs-after-reporting-2016-loss) - têm sido apenas as "fissuras" que muitas vezes surgem num edifício previamente à derrocada do mesmo.

Não há dinheiro que chegue para salvar (ou "recapitalizar") todos os bancos. E, numa economia onde os recursos energéticos e de vária ordem já começaram a escassear (https://www.amazon.com/Peak-Everything-Waking-Century-Declines/dp/0865716455), o facto de que a mesma irá entrar em Colapso é tão certo como é certo que um carro irá parar por falta de gasolina, depois de entrar no chamado "depósito de emergência" e não haver possibilidade de reabastecimento.

Não sendo a Economia uma ciência exacta, a previsão poderá falhar por alguns meses(?)... Mas, digamos que, o que diz o melhor painel de medição que tenho disponível é que já só há "gasolina" para mais um ano.

Preparem-se como puderem, pois irá ser muito mau.

E, se têm alguma coisa de importante a comprar numa empresa que não tenha uma posição dominante no mercado, talvez seja melhor fazerem-no até ao final do ano (ou estarem precavidos para o fazer de imediato, caso tal empresa entre em falência):

http://www.businessinsider.com/the-american-retail-apocalypse-in-photos-2017-3/

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 09:05



1 comentário

Sem imagem de perfil

De JMS a 16.05.2017 às 04:05

O colapso económico é inevitável, pois o sistema financeiro necessita de crescimento permanente (para se poder pagar dívidas e juros), e o crescimento depende de energia barata. Só que num planeta finito a energia barata (combustíveis fósseis) tende a tornar-se mais cara de extrair com o passar do tempo, e portanto o crescimento infinito que a economia exige é fisicamente impossível.
E se o colapso económico é inevitável, o colapso demográfico é também inevitável, pois sem petróleo e gás natural será impossível alimentar 7,5 mil milhões de pessoas.
As elites sabem disso, e não me admiraria nada que tivessem planos para reduzir a população mundial para metade ou um terço, seja através de pandemias ou duma guerra nuclear.

Não creio é que valha a pena alertar as pessoas para o colapso iminente, porque a mensagem é demasiado negra para ser aceite.
Eu diria que 99% das pessoas é mentalmente incapaz de encarar verdades desassossegantes, sejam essas verdades de natureza política (corrupção do sistema político, terrorismo "islâmico", etc.), ou económica.
Eu passei anos a alertar as pessoas para a fraude do terrorismo, para o absurdo da versão oficial do 11/9, para as psy-ops no Iraque, na Líbia, na Síria, em Londres e Nice e Paris, etc., e ando há anos a falar da necessidade de nos prepararmos para o colapso da civilização industrial (se é que é possível prepararmo-nos para isso), e o feed-back é ZERO. Quando a mensagem é demasiado negativa, o cérebro congela e a pessoa torna-se incapaz de perceber coisas tão evidentes como 2+2=4.

As minhas referências políticas são Michel Chussodovsky, o grande Michael Ruppert, Webster Tarpley, Gianfranco Sanguinetti, Dmitri Orlov, David Ray Griffin, etc.
As minhas referências económicas/financeiras/sistémicas/ecológicas são R. Heinberg, George Mobus, William Catton, Antonio Turiel, Jay Hanson e, sobretudo, Gail Tverberg.
Ao contrário de ti, acredito que o aquecimento global é um facto (independentemente de ser antropogénico ou não), que os oceanos estão a aquecer e a acidificar, que o ritmo de extinção de espécies é alarmante, e que a nossa espécie se comporta como um cancro que destrói o organismo no qual se instala (no caso, o planeta Terra). Mas o aquecimento global não me preocupa, porque antes de os seus efeitos se fazerem sentir em força (lá para meados do século provavelmente) já a esmagadora maioria dos humanos terá sido eliminada pelo colapso económico, político e social.
De qualquer modo, seja em relação ao colapso económico ou ao colapso climático, não há nada que possamos fazer. É demasiado tarde para travar este comboio, mesmo que as pessoas quisessem (e não querem, porque estão geneticamente programadas e culturalmente condicionadas para ambicionarem sempre mais e mais, e para recusarem qualquer verdade desconfortável).
Portanto, a única coisa que posso recomendar é carpe diem.
Cumprimentos.

comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.