Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Vladimir Putin avisa o Ocidente da proximidade de Guerra Nuclear

08.07.16

Putin LOSES IT, Warns Journalists of War: 'I Don't Know How to Get Through to You People' (Video)

'How do you not understand that the world is being pulled in an irreversible direction?'

[Russia Insider] Enrico Braun | Wed, Jul 6, 2016

Vladimir Putin has finally taken the kid gloves off.

The Russian president was meeting with foreign journalists at the conclusion of the Saint Petersburg International Economic Forum on June 17th, when he left no one in any doubt that the world is headed down a course which could lead to nuclear war.



Putin railed against the journalists for their "tall tales" in blindly repeating lies and misinformation provided to them by the United States on its anti-ballistic missile systems being constructed in Eastern Europe. He pointed out that since the Iran nuclear deal, the claim the system is to protect against Iranian missiles has been exposed as a lie.

The journalists were informed that within a few years, Russia predicted the US would be able to extend the range of the system to 1000 km. At that point, Russia's nuclear potential, and thus the nuclear balance between the US and Russia, would be placed in jeopardy.

Putin completely lost patience with the journalists, berating them for lazily helping to accelerate a nuclear confrontation by repeating US propaganda. He virtually pleaded with the western media, for the sake of the world, to change their line:

'We know year by year what's going to happen, and they know that we know. It's only you that they tell tall tales to, and you buy it, and spread it to the citizens of your countries. You people in turn do not feel a sense of the impending danger - this is what worries me. How do you not understand that the world is being pulled in an irreversible direction? While they pretend that nothing is going on. I don't know how to get through to you anymore.'

Does anyone in the reeking garbage heap that is mainstream western media have a conscience? Do they even have enough intellect to get what Putin is saying - that they are helping to push the planet towards World War III?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Bancos, dinheiro e comida

26.12.15

collapse.jpg

 

[Mais uma importante carta que enviei a várias pessoas que me são próximas, com informação que penso ser de interesse também aqui partilhar...]

 

Primeiro que tudo, e como mera nota de interesse...


1) Aqui vai uma prova (do que eu ando há anos a dizer às pessoas) de que os bancos privados criam dinheiro a partir do nada (tal como se fossem uma pessoa com uma máquina fotocopiadora em casa) e que a sua actividade constitui um roubo indirecto a todas as outras pessoas que não estão autorizadas (pelos governos-fantoche desses mesmos bancos privados) a fazê-lo:

https://www.rt.com/business/327118-switzerland-money-banking-referendum/


E, agora, para as coisas mais sérias...


2) Como poupar até 100 euros por ano, mudando a modalidade da nossa conta:

http://sicnoticias.sapo.pt/programas/contaspoupanca/2015-12-02-Como-poupar-ate-100-euros-por-ano


3) AVISO muito importante: Se têm, ou sabem de alguém que tenha, muito dinheiro (por exemplo, poupanças - e acima de €100,000) nalguma conta, o melhor é tirarem tal dinheiro de lá (e convertê-lo nalguma outra coisa, que mantenha o seu valor em caso de hiperinflação - que poderá ocorrer). Pois, o Colapso a sério da Economia Mundial irá ter início a 1 de Janeiro próximo (o que aconteceu em 2008 foi apenas um "piquenique" comparado com o que aí vem) e os vários governos europeus já estão a aprovar e a aplicar legislação de "bail-in", que permite aos depositantes pagar pelo prejuízo dos seus bancos (ou seja, o que aconteceu em Chipre, em 2013, já pode também acontecer noutros países europeus, desde que foi aprovada uma directiva europeia que o permite) e mais de 10,000 depositantes italianos perderam as suas poupanças neste mês, com a falência de 4 bancos em Itália:

https://www.youtube.com/watch?v=khQD0-o3_SQ
http://economico.sapo.pt/noticias/governo-antecipa-em-um-ano-a-aplicacao-do-bailin-em-portugal_207904.html
https://www.google.pt/search?q=italy+bail-in+december


4) Quando tal Colapso tiver início (o que, na realidade, já aconteceu* - http://www.zerohedge.com/news/2015-08-18/23-nations-around-world-where-stock-market-crashes-are-already-happening - mas, ainda não de forma grave) existe uma séria possibilidade de haver interrupções na distribuição de comida (pois, a ocorrência de um descalabro financeiro é sempre uma séria possibilidade). Por isso, o melhor é terem reservas de comida - por exemplo, sob a forma de conservas - em vossas casas, para o caso de tal ocorrer:

http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/agricultura/ministro-aconselha-guarde-comida-na-despensa-e-numa-mochila-de-emergencia
http://www.drapalg.min-agricultura.pt/downloads/servicos/CPEA/Reserva_alimentar_emergencia_Abr10.pdf
https://web.archive.org/web/20110925195143/http://www.cnpce.gov.pt/archive/doc/Reservas_Alimentares_Emergencia.pdf

* (façam um "zoom out", para um intervalo de tempo de um ano, nos gráficos correspondentes aos valores negociados nas várias bolsas mundiais, para os quais o artigo deixa hiperligações)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quem (realmente) está por trás destes atentados

23.11.15

Who_Is_REALLY_Behind_ISIS.jpg

 

[Uma carta que enviei hoje a algumas pessoas que me são próximas - e que podem, se quiserem, "copiar-colar" para enviá-la, também vocês, a pessoas que conheçam...]

 

1) O "Estado Islâmico" é uma criação dos próprios serviços secretos ocidentais, tal como têm indicado vários média ditos de "referência" (http://www.wnd.com/2014/06/officials-u-s-trained-isis-at-secret-base-in-jordan/).

2) Os governos ocidentais dizem que apenas apoiam os grupos ditos "moderados", na Síria, e não os extremistas islâmicos. Mas, onde é que vai o Estado Islâmico buscar as suas munições? Compra-as aos ditos "moderados" (https://www.rt.com/news/322996-islamic-state-journalist-todenhofer/) que as recebem do Ocidente (http://www.foxnews.com/politics/2015/10/12/us-military-airdrops-50-tons-ammo-for-syrian-fighters-after-training-mission.html). Já para não falar de quando recebe tal grupo terrorista as suas munições "por engano" da parte de aviões ocidentais (https://www.rt.com/news/198388-weapons-islamic-kurdish-us/). (Há muito mais que pode ser dito sobre como o Ocidente arma o Estado Islâmico através de intermédios. As anteriores são apenas duas indicações. Podem, por exemplo, ver também aquiaqui como os aliados do Ocidente, Israel e Turquia - este último, um país da OTAN - ajudam o Estado Islâmico.)

3) Em todos os anteriores grandes atentados terroristas que ocorreram no Ocidente, os autores tinham sempre ligações aos serviços secretos e/ou autoridades policiais dos países onde ocorreram tais ataques. Isto aconteceu no 11 de Setembro, nos EUA (http://www.cbsnews.com/news/hijackers-lived-with-fbi-informant/, http://www.newsweek.com/alleged-hijackers-may-have-trained-us-bases-152495, http://www.prisonplanet.com/articles/november2007/271107_cia_informant.htm), no 7 de Julho, em Londres (https://www.youtube.com/watch?v=oM0ff1NyMg8, http://www.infowars.com/terrorist-who-trained-london-bombers-was-working-for-us-government/) e no 11 de Março, em Madrid (http://www.globalresearch.ca/articles/OWE406A.html).

4) Relativamente ao 11 de Setembro,

- há até uma lista de várias personalidades conhecidas (incluindo políticos de topo ocidentais) que acusam o próprio governo estadunidense da autoria de tais ataques (http://blackfernando.blogs.sapo.pt/quem-de-tudo-isto-ja-sabe-62368)

- e podem ver, se quiserem, dois bons documentários que desmontam a história oficial dos atentados aqui (documentário que passou na RTP) e aqui (documentário muito bem produzido, feito por conhecidas personalidades italianas).

"Desde círculos vizinhos ao Palazzo Chigi, centro nevrálgico da direcção dos serviços secretos italianos, faz-se notar que a não autenticidade do vídeo é testemunhada pelo facto de Osama bin Laden ter nele 'confessado' que a al-Qaeda foi a autora do atentado de 11 de Setembro às duas torres em Nova Iorque, quando todos os círculos democráticos da América e da Europa, com o centro-esquerda italiano na linha da frente, sabem agora bem que o desastroso atentado foi planeado e executado pela CIA americana e pela Mossad com a ajuda do mundo sionista para colocar sob acusação os países árabes e para induzir as potências ocidentais a intervir no Iraque e no Afeganistão."
--- Francesco Cossiga, ex-Presidente da República italiana, ao jornal Corriere della Sera a 30 de Novembro de 2007

5) O Osama bin Laden foi, até aos seus últimos dias de vida, um agente da CIA (http://blackfernando.blogs.sapo.pt/quem-era-osama-bin-laden-57995). E, a prová-lo estão o facto de que foi visitado pela CIA num hospital em Julho de 2001 (http://www.globalresearch.ca/articles/RIC111B.html), quando era supostamente procurado pela mesma, e o facto de que recebeu tratamento hospitalar no Paquistão, em Setembro de 2001, numa cidade apinhada de conselheiros militares estadunidenses (http://www.globalresearch.ca/articles/CHO311A.html).

6) O "Estado Islâmico" não é mais do que uma nova designação para a al-Qaeda - pois, os seus membros são os mesmos (http://tarpley.net/isis-same-fanatics-nato-armed-in-libya-and-syria/). Tendo tal renomeamento sido muito provavelmente feito para despistar as pessoas das contradições, que se estavam a tornar evidentes, causadas pelo facto de apoiar recentemente o Ocidente a al-Qaeda (http://www.telegraph.co.uk/news/worldnews/africaandindianocean/libya/8391632/Libya-the-West-and-al-Qaeda-on-the-same-side.html) quando esta era supostamente o seu inimigo nº1.


(Juntem os anteriores pontos da maneira que quiserem. Mas, as conclusões são óbvias...)

(E, os objectivos de tudo isto, são claramente (1) criar um pretexto para a construção de um Estado Policial no Ocidente e (2) criar um pretexto para intervenções militares no Médio Oriente, que visam o controlo de redutos de petróleo e de gás natural.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mortos não contam histórias

19.11.15

supostosterroristasfranceses.png

Seja quando há quem seja usado como bode expiatório, ou seja quando há quem tenha sido efectivamente lavado ao cérebro ao ponto de cometer atentados suicidas, uma característica comum emerge, como norma, em todos estes atentados de grande visibilidade, que são claramente organizados pelos próprios governos ocidentais, para depois serem usados como pretexto para um maior Estado Policial e para guerras no Médio Oriente que visam o controlo de zonas ricas em hidrocarbonetos...
Que é que: os que são apontados como autores destes grandes atentados no Ocidente acabam sempre mortos.
A razão para isso? Ora, "mortos não contam histórias". E, fossem estes terroristas, ou supostos terroristas, apanhados vivos, isso possibilitaria que os mesmos fossem interrogados e que pudessem haver também investigações públicas sobre quem são os seus últimos líderes.
Pois, a natural reacção de qualquer investigador policial (honesto) e de outras pessoas curiosas é perguntar sempre: "Quem é que está no topo da cadeia de comando?"
E, fosse permitido este tipo de investigações ocorrer, isso levaria qualquer pessoa honesta aos próprios serviços secretos ocidentais, que toda a gente bem informada sabe serem quem estão por trás desta nova designação da al-Qaeda.
Ora, eliminando os que são apontados como autores destes atentados (mesmo os que são vistos a serem capturados vivos pelas autoridades), não há mais oportunidades de quaisquer entrevistas feitas por investidores policiais e jornalistas honestos - o que seria uma grande e constante preocupação, que se prolongaria durante anos, pelo resto do período de vida dos supostos autores destes ataques.
Eliminando estes suspostos autores, podem então os serviços secretos ocidentais, que organizam e ordenam tais ataques, emitir uma qualquer história incompleta, possivelmente com muitas mentiras à mistura, que supostamente explica (e muito brevemente) quem é que esteve por trás de tais ataques - versão incompleta essa, que é acriticamente repetida pelos média controlados, que depois tratam de promover e reportar sobre grandes manifestações de luto público, também acrítico, feitas pelos mesmos cidadãos que pagam o salário dos serviços secretos que os andam a matar em grande número.
E, podem ler o que já dizia eu sobre isto mesmo, aquando dos anteriores atentados ocorridos em França, <aqui> e <aqui>.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Khalezov foi solto pelas autoridades tailandesas e precisa de ajuda

18.06.15

(Os seus sítios na Internet continuam a ser: 911thology.com e 911-truth.net.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 08:32

A solução é "criar todo um novo patamar para a Humanidade"

24.12.14

(Intervenção de Benjamin Deniston, na última edição da sessão de informação e de esclarecimentos do Comité de Acção Política de Lyndon LaRouche, conhecido como "LaRouche PAC".)

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 14:52

Breve colocação que fiz no sítio na Internet (de e para activistas) onde, no passado, praticava eu o chamado "jornalismo cidadão"

18.12.14

Há uma maneira de resolver os actuais problemas energéticos e também de eliminar a pobreza e a fome na Terra

Enviado a 17 Dez 2014, por Fernando Negro

Chama-se "Energia de Fusão", é a forma de energia nuclear que ainda falta dominar e não tem a perigosidade que tem a fissão nuclear, que é usada nas actuais centrais. E, se nunca ouviram falar da mesma, há uma muito boa razão para isso...

Para além do facto de estarem quase todos os média de massas controlados pelos grandes interesses económicos, o que se passa, é que o moderno movimento activista (global) foi vítima de um grande embuste - que foi o surgimento do suposto "movimento ambientalista", que é, na verdade, uma criação das elites governantes, que querem: reduzir a população mundial; salvaguardar os preciosos recursos naturais limitados que restam para elas próprias; e impedir o progresso e o desenvolvimento descontrolados na sociedade, por porem estes em perigo o seu domínio sobre a sociedade.

(Informem-se sobre quem criou e quem financia grupos como a WWF, a Greenpeace, ou até mesmo o português "GAIA"...)

O que as elites governantes querem, é um mundo de pobres e ignorantes, que não tenham condições materiais, ou sequer mentais, para avançar com soluções para os problemas que enfrenta a nossa sociedade. Sendo esta a razão pela qual a mesma está a ser destruída, *de propósito*, enquanto se adia o surgimento da mencionada possível alternativa energética.

E, se andam alguns activistas ainda a lutar pelo empobrecimento geral da sociedade, através de campanhas pseudo-ecológicas - como a do suposto combate à farsa do "aquecimento global", que não se verifica - é porque foram os mesmos bem-sucedidamente lavados ao cérebro pelos média de massas e pelos falsos movimentos activistas, criados pelas próprias elites.

Activistas portugueses e outros que leiam isto: quem vos escreve, é alguém que também já foi um activista no passado, mas que infelizmente já não tem grande paciência para explicações. E, se querem saber mais do que falo, podem começar por aqui: http://blackfernando.blogs.sapo.pt/a-grande-luz-ao-fundo-do-tunel-70302

É esta a minha primeira e última colocação, na nova forma deste sítio na Internet.

Vocês foram avisados.

 

poverty-wmd.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 21:32

Medicamentos perigosos, hormonas na comida, vacinas

10.12.14


(Provas recentes de que a mencionada ONU usa agentes antifertilizantes em vacinas, <aqui>.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 08:21

Como andamos todos a ser envenenados sem o saber

08.12.14


(Um muito bom acrescento ao que é dito neste vídeo, que cobre mais do que produtos alimentares, aqui.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 06:42

A agenda da redução populacional

06.12.14
"In the event that I am reincarnated, I would like to return as a deadly virus, to contribute something to solving overpopulation."
--- Príncipe Filipe, duque de Edimburgo

 

(Dito pelo marido de quem lidera esta conspiração da Nova Ordem Mundial, se a afirmação acima citada não vos preocupa, devia...)

Quem duvidar que as elites ocidentais planeiam realmente reduzir a população mundial, no futuro próximo - e em grandes números - pode ver o seguinte bom vídeo, onde o investigador Webster Tarpley cita várias passagens de um livro que foi escrito por um óbvio lacaio destas mesmas elites.



E, a acrescentar ao anterior vídeo, têm <este> muito bom artigo escrito por Paul Joseph Watson, do sítio PrisonPlanet.com, e <este><este> muito importantes artigos, resultantes de uma investigação feita por um outro colaborador do mesmo sítio.

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 00:24

A grande "luz ao fundo do túnel"?

26.11.14

ITER.jpg

Que o petróleo e os restantes hidrocarbonetos estão a acabar, é um facto aparente...
E, que isto representa um sério problema, cujos efeitos já se começam a sentir, é também um facto que, para além de aparente, é mesmo muito preocupante.
Mas, quer isto dizer que os próximos tempos não poderão ser outra coisa, que não negros?
Não exactamente...
Existe uma possível fonte de energia alternativa, mesmo muito rica - e que recorre a fontes abundantes - que, embora seja há já muito tempo conhecida, não foi ainda dominada, ou controlada - mas, na qual muita gente deposita a sua esperança. E, a fonte de que falo, é a chamada "energia de fusão".

Fazendo uma breve introdução a este tema...
Existem dois tipos de reacções nucleares que libertam uma energia imensa. E, são estas: a fissão nuclear (quando se dividem/quebram os núcleos dos átomos em partes mais pequenas) e a fusão nuclear (quando se unem/fundem núcleos de átomos, para formar novos átomos maiores).
Quanto à fissão, foi a reacção que foi usada nas primeiras bombas nucleares (que foram lançadas em Hiroshima e Nagasaki) e é a reacção que é usada nas actuais centrais nucleares.
No que toca à fusão, para além de ser a reacção que está na origem do calor e da luz solares que recebemos na Terra (em que átomos de hidrogénio, no Sol, estão constantemente a fundir-se, formando novos átomos de hélio) é a reacção que é actualmente usada na nova geração de armas nucleares (que usam uma mistura de reacção de fissão seguida de uma de fusão - e que faz com que actualmente o nome para designar tais armas seja "termonucleares") enquanto que, no que toca ao uso desta reacção para fins de produção controlada e contínua de energia, ao contrário da fissão, é este um processo que não foi ainda conseguido, ou dominado.
Mas, quanto ao qual muita gente pensa ser possível fazê-lo - e, muito mais importantemente, relativamente ao qual já tem havido alguns sérios progressos.
Sendo de assinalar, para além da recente intenção declarada da Rússia, de construir uma nova geração de centrais que utilizam, ao mesmo tempo, fissão e fusão nucleares no seu processo de produção de energia, o recente anúncio, da parte de um dos mais importantes fabricantes estadunidenses de armamento militar, do possível fabrico de um reactor de fusão já na próxima década e o muito interessante projecto internacional, que já teve início, chamado ITER (do inglês "International Thermonuclear Experimental Reactor"), sobre o qual o canal televisivo RT fez uma grande reportagem.

Se quiserem uma introdução mais elaborada sobre este assunto, podem ver a seguinte palestra, dada numa recente conferência do Instituto Schiller, do Movimento LaRouche, ou então espreitar esta série de dois pequenos vídeos.



E, se quiserem algumas explicações mais detalhadas sobre a ciência que está por trás disto, podem espreitar os vários vídeos que a equipa científica deste movimento tem no seu canal no YouTube.

Quanto às implicações do desenvolvimento desta tecnologia...
Elas vão muito mais além de poderem resolver os actuais problemas energéticos.
A ser bem-sucedida a tentativa de desenvolver tal forma de energia, será o princípio de uma Nova Era para a Humanidade.
Uma espectacular e maravilhosa Nova Era em que se poderá eliminar a pobreza e a fome na Terra, assim como quase todos os problemas relacionados com a falta de recursos. Pois, com uma fonte de energia tão rica, poderia, por exemplo, facilmente converter-se água do mar em água potável, levar água a zonas onde actualmente não é possível praticar a agricultura, resolver quase todos os problemas de poluição, através da decomposição dos elementos poluentes, resolver o problema da escassez de outros recursos, através da criação artificial dos mesmos... Enfim. Seria o princípio de uma verdadeira utopia de energia imensamente abundante e um enorme empurrão para o espectacular desenvolvimento científico e tecnológico que se adivinha...

(Já repararam em como em alguns filmes de "ficção científica", que aparentam ser feitos para "mentalizar" as pessoas para o que aí vem, se começam a fazer referências a esta forma de energia?... Não deverá esta componente lá estar por acaso... E, se quem quase tudo controla - incluindo a indústria cinematográfica - e de tudo está a par, no topo, coloca este tipo de elementos nos argumentos, não deverá ser por serem tais pessoas propriamente cépticas em relação a isto...)

Sobre a mais abrangente questão energética em que se insere o possível surgimento desta nova alternativa e os problemas que existem com a manifesta falta de vontade de desenvolvimento da mesma (pelas suas óbvias implicações imensamente libertadoras), podem ver a muito boa palestra que se segue, onde é mencionado o muito importante facto de haver um subfinanciamento propositado da pesquisa sobre esta forma de energia, por parte de organismos públicos, e na qual é denunciado que "há cientistas que perdem o seu financiamento por serem bem-sucedidos na fusão" e que "há tecnologia que é tornada secreta". O que leva a concluir que o facto de a mesma não ter sido ainda desenvolvida pelos governos ocidentais "é uma intenção política e não um desafio científico", tal como é dito.

Autoria e outros dados (tags, etc)