Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


De volta a umas (desta vez longas) férias...

12.12.17

Autoria e outros dados (tags, etc)

etiquetas:

E assim se impede o desenvolvimento tecnológico de todo um país

08.12.17

othon.jpg

[Uma notícia do movimento LaRouche que aqui deixo, para quem tenha ainda dúvidas de que o golpe recentemente ocorrido no Brasil foi uma acção ordenada por interesses estrangeiros...]

 

"Minha prisão é um ataque aos BRICS": polemiza o legendário Almirante Othon da Silva

16 de novembro (EIRNS) - Nas últimas três semanas, o Almirante aposentado Othon Luiz Pinheiro da Silva, conhecido como "o pai do programa nuclear brasileiro", falou pela primeira vez desde que foi condenado - aos 76 anos - a 43 anos de prisão através de falsas acusações de corrupção, identificando seus inimigos como o "sistema internacional" que é inimigo de seu país.

Perguntado pelo semanário brasileiro Carta Capital sobre quem estava interessado em sentenciá-lo em 43 anos de prisão, o Almirante Othon respondeu: "Certamente, interessa ao sistema internacional preocupado com o fortalecimento de um dos países integrantes dos BRICS. Os brasileiros transnacionais, muito provavelmente, ficaram satisfeitos com o meu processo e a minha saída do cenário. Considero como brasileiros transnacionais aqueles que, embora tenham nascido neste belo país, gostariam de ser cidadãos de outros países, em particular dos Estados Unidos. Não dão importância aos grandes problemas e desafios nacionais, não se preocupam em resolvê-los e, às vezes, em proveito próprio, não se importam em agravá-los".

Em entrevistas posteriores para a Folha de São Paulo, em 7 de novembro, e ao Brasil 247, em 13 de novembro, o Almirante Othon disse estarem os Estados Unidos por trás de sua prisão, comentando que por "EUA" ele entende o "sistema que explora" o povo americano.

O Almirante foi sentenciado a morrer na prisão em 4 de agosto de 2016, menos de duas semanas antes da votação pelo senado brasileiro pelo impeachment da presidenta legítima do país, Dilma Rousseff, como parte da operação Lava-Jato, dirigida pela City de Londres e Wall Street no mesmo modelo feito com a operação Mãos Limpas, na Itália, que destruiu o sistema político daquele país, jogando aos chacais financeiros toda sua população.

Na entrevista com Carta Capital, o Almirante Othon se defende com maestria contra as ridículas acusações de corrupção, baseadas no "ouvir dizer" de testemunhas em delações premiadas, temerosas de irem para a cadeia. Ele contou sobre suas décadas de trabalho científico e de engenharia em prol de seu país, coordenando o "programa de desenvolvimento tecnológico que assegurou ao Brasil, com esforço nacional, o domínio das tecnologias de todos os aspectos estratégicos da energia nuclear", durante o qual ele estabeleceu o programa de treinamento que dotou centenas de engenheiros e cientistas nucleares para o Brasil. Na mesma época em que foi condenado aos 76 anos de idade, ele estava supervisionando a criação de um sistema de armazenagem de combustível nuclear altamente reativo desenhado por ele; participando de pesquisas para identificar vários tipos de novas usinas nucleares que o Brasil precisaria construir e, em fins de semana e feriados, trabalhando no desenvolvimento de uma familia de hidroturbogeradores integrados para muito baixas quedas-d’água.

O Almirante respondeu por escrito às perguntas de Carta Capital, logo após a Justiça Federal ordenar sua prisão domiciliar em 11 de outubro, em razão de seu delicado estado de saúde e uma operação recente contra um câncer de pele.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Recomendação de leitura

06.12.17

viriato.jpg"Excelente estratega y líder carismático, Viriato ha pasado a la historia envuelto en los ropajes del mito. Sus continuas victorias sobre el poderoso ejército imperial romano terminaron con un acuerdo de paz, por el que el Senado reconocía su condición de «rey de los lusitanos». Sólo la traición de tres de sus colaboradores más cercanos conseguiría poner fin a la exitosa carrera política y militar del héroe, cuyas magníficas exequias fueron el preludio de múltiples leyendas inmortales. El historiador Mauricio Pastor nos ofrece en estas vibrantes páginas no sólo la biografía definitiva de uno de los grandes héroes de la historia de la península Ibérica, sino también el retrato de una época y un mundo convulso, así como las pruebas inequívocas de que el valor de unos pocos puede hacer tambalear hasta al más arrogante de los imperios."

--- Tirado da contracapa da versão mais recente (de 2017) do original em castelhano, de um livro que foi traduzido para português em 2013.

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 10:16

Isto é que é Patriotismo

04.12.17

Bravos irlandeses, que nunca deixaram de lutar pela independência do seu país, apesar de séculos de repressão e de terem até sido alvo de uma campanha genocida por parte do Império Britânico.



E, cujos alguns dos descendentes, mantendo-se fiéis ao espírito dos seus antepassados, continuam a lutar contra as novas formas de opressão imperialista.

 

David Rockefeller confronted at his dinner table by "The Sovereign Independent" at the Trilateral Commission

Sovereign Independent
May 10, 2010

At approximately 12:15 pm on 9th May, two representatives of the Irish newspaper, The Sovereign Independent entered The Four Seasons Hotel in Dublin, Ireland, where the latest meeting of the Trilateral Commission was taking place and confronted David Rockefeller at his dinner table.

We unassumingly entered the reception area of the hotel and proceeded through the lobby to the seating and dining area at the back of the premises where we sat down and ordered coffee. There was a table immediately behind us which was set up for lunch for 6 people.

We had a few copies of our newspaper with us and discussed posting a few at reception to Henry Kissinger and David Rockefeller when to my utter surprise I noticed David Rockefeller’s bodyguard walking in my direction. Without acting suspicious I then observed the trademark walking stick behind the bodyguard and David Rockefeller was suddenly walking past us and took the seat at the table set for lunch directly behind us.

We immediately decided that we couldn’t miss this opportunity to confront the evil sitting in our midst and to our complete surprise were given the opportunity when the bodyguard appeared to leave the room.

With a few deep breaths we both rose and confronted David Rockefeller at his dinner table in front of his guests with the words. “Mr. Rockefeller, you will never get your New World Order. We are not your slaves; we are not your slaves.”

The room fell into complete silence as our words reverberated all the way through to the reception area with the stunned looks on Rockefeller’s guest’s faces evident in the footage. Rockefeller had a look of complete shock on his face as I leant over him and placed a copy of The Sovereign Independent right in front of him on his table taking care not to touch him in any way or to disturb anything on his table.

We calmly turned away as the bodyguard, clearly not knowing that we had caused the disturbance, ran past us to get to Rockefeller. We walked the approximately 40m to the front entrance, down the drive past the attending police officers and onto the street.

Unfortunately due to the risk of our phone being taken from us as we were filming the video is a bit shaky and Rockefeller can only be seen briefly at the end, almost in silohette, although, anyone who knows what he looks like should clearly recognise him. He is only in the last few frames of the video on the far left.

We’d been there the previous day with Jim Tucker, holding a peaceful protest, outside the gates with a number of other groups which had gone well. Hundreds of copies of the newspaper were handed to passersby who had wanted to know what was going on.

There had also been an attempt to have Henry Kissinger arrested under an arrest warrant issued by the Spanish authorities which was, as far as was known, still valid. This evidence was presented to the police officers on duty and recorded. This matter is currently ongoing with visits to the Spanish embassy in Dublin being made this morning, Monday 10th May.

Neil Foster & Dave Derby, The Sovereign Independent

Autoria e outros dados (tags, etc)

Patriotismos da tanga

02.12.17

Dois comentários que não resisti a deixar a um vídeo no YouTube - que encontrei a propósito do <comentário> que deixei à minha última colocação - seguidos de um interessante vídeo.
A hiperligação incluída no primeiro comentário é <esta>. (E, quem duvidar de que os afegãos nem sequer sabem o que foi o 11 de Setembro, tem <esta> notícia.)
Quem quiser ver as provas de que as plantações de ópio, não só não diminuiram, como continuam a bater recordes - não "apesar" da presença de tropas ocidentais, mas obviamente por causa das mesmas - tem <esta> notícia.
E, têm também <aqui> uma série de belas fotografias, demonstradoras da "passividade" das tropas ocidentais perante as plantações de ópio no Afeganistão.

 

(Podem clicar na imagem, para ler melhor.)

comandos.png

 

 

[Aos quais aproveito para deixar aqui uma pergunta retórica...]

 

Militares das Forças Armadas portuguesas,

A necessidade de pegar em armas (na altura, para defender a população de ataques de guerrilhas criadas por potências estrangeiras, no que era ainda considerado território português) acabou há mais de 40 anos.
Ninguém, no seu perfeito juízo, vai querer invadir um (atraso de) país destes (nem que seja apenas porque não quer contrair uma dívida equivalente a 130% do PIB e que deverá crescer).
O nosso país está, neste momento, a ser destruído - não pela via militar e física, mas pela via política e económica - por interesses estrangeiros (nomeadamente, através de traidores no governo, que servem os mesmos).
Assim sendo, que tal largarem as armas e os muito dispendiosos veículos e equipamentos (que, aparentemente, muito gostam de usar) e adoptarem antes formas efectivas de luta pelo bem-estar do vosso país, lutando social e politicamente contra a destruição que está em curso e os traidores responsáveis pela mesma?

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 02:17

Incrível: Propaganda "Soylent Green" à portuguesa e para crianças!

26.11.17

grilos.jpg

(Uma notícia à qual nem tento deixar um comentário, por já saber que iria qualquer crítica que fosse feita a tal colocação ser certamente censurada...)
Bem a propósito da degradação social de que falava na minha colocação anterior, para quem tiver ainda dúvidas de que a enorme quantidade de filmes de ficção científica distópicos que sempre foram exibidos não são meras obras de entretenimento (mas antes, filmes que visam mentalizar as pessoas que os vêem para algo que está planeado para o futuro) aqui fica uma das provas mais inequívocas do que já dizia eu numa colocação anterior, em que mencionava este filme, de que algumas das "possibilidades" que são nele mostradas se estão já a tornar realidade.

http://kids.pplware.sapo.pt/curiosidades/por-favor-um-galao-e-um-pao-de-farinha-de-grilo/

Autoria e outros dados (tags, etc)

Presidente Marcelo sobre a possibilidade de vacinação obrigatória

24.11.17

Porque há muita gente neste país que não prima pela inteligência, incapaz de pensar por si própria e para quem as únicas interpretações válidas da Lei são aquelas oriundas de figuras de autoridade, deixo aqui o seguinte vídeo, onde até um próprio membro do Clube Bilderberg, que tem como missão andar a destruir (entre outras coisas, intelectualmente) o seu próprio país, admite que o direito à integridade física (que é o que se estaria a violar, caso se quisesse injectar alguém com algo, contra a sua vontade) é simplesmente *inviolável*.
O seguinte trecho é tirado, não de uma notícia sobre vacinas, mas sobre uns episódios recentes de violência que ocorreram. Mas, obviamente que - sendo de direitos constitucionais que falamos - o que é a seguir dito aplica-se também a qualquer outra situação.
Também, o que este presidente-traidor afirma não é mais do que mero senso comum. Mas, como a degradação moralintelectual neste país vai atingindo níveis que começam a surpreender (e não faço eu ideia do quão se terá degradado este país, daqui a uns anos, se alguma vez ocorrer uma epidemia ou pandemia) achei por bem deixar isto aqui, uma vez mais, mesmo *muito claro*.

Autoria e outros dados (tags, etc)

colocado por Fernando Negro às 11:43

As conspirações políticas não são coisas típicas apenas da Idade Moderna. E, já no início da Era dos Descobrimentos, em Portugal, havia quem conspirasse de modo verdadeiramente incrível...

22.11.17

(O livro, contendo a excelente investigação em causa, já foi entretando traduzido para português. Mas, por ter sido esta tradução feita e publicada por uma pequena editora portuguesa, deverá esgotar rapidamente.)

Autoria e outros dados (tags, etc)